ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Polémica sobre os Manuais: Governo confirma que vai reeditar os livros com centenas de erros detectados 08 Outubro 2017

A polémica com os novos manuais introduzidos neste presente ano lectivo e nos quais foram detectados mais de duas centenas de erros, conhece novo desenvolvimento com o governo a desautorizar o Ministério da Educação de Cabo Verde. É que a chefia do executivo de Ulisses Correia e Silva anuncia, em comunicado, que decide fazer a reimpressão dos livros, por forma a que sejam disponibilizados, o mais breve possível, em substituição dos que estão em uso, sem qualquer encargo para os pais, encarregados de educação e a sociedade em geral.

Polémica sobre os Manuais: Governo  confirma  que vai reeditar  os livros com centenas de erros detectados

Esta posição, agora oficial do governo, desautoriza a ministra Martiza Rozabal, que tinha, no entanto, afirmado que o ME não ia retirar os referidos livros do mercado.

No documento distribuído à imprensa, o Palácio da Várzea garante que vai lançar concursos a nível nacional, no sentido de proceder à reedição, impressão e disponibilização dos novos manuais. “Com essa decisão e ciente da preocupação da população vamos reimprimir os manuais, por forma a que sejam disponibilizados o mais breve possível, em substituição dos que estão em uso, sem qualquer responsabilidade financeira para os pais, encarregados de educação e a sociedade em geral”, promete o Governo da República.

O Ministério da Educação estará ainda, nos próximos dias, a assinar protocolos com as Empresas de Telecomunicações do país, no sentido de disponibilizar os manuais, também, em plataformas digitais. “A crescente globalização e as mudanças tecnológicas exigem renovações permanentes das práticas educativas para acompanhar a sociedade de informação e conhecimento, o que constitui um desafio acrescido e complexo, que relaciona simultaneamente o desenvolvimento da democracia, da economia e da sociedade. E, desta forma, permite-se o acesso gratuito aos pais, encarregados de educação e a toda a sociedade, dos novos manuais”, sublinha a nossa fonte.

Erros e reforma no sistema de aprendizagem

A pensa nisso, o Governo reitera a sua convicção de estar perante um novo e ousado programa educativo, pelo que defende a sua continuidade no sistema educativo nacional. “As alterações e reformas que foram introduzidas no sistema de aprendizagem da matemática vêm no sentido de tornar a disciplina mais fácil, atractiva e eficaz, tendo em consideração os dados que disponíveis, mostrando que estamos perante uma disciplina que sempre teve fraco desempenho, materializado nas elevadas taxas de reprovação”, assegura.

De relembrar que, de acordo com os dados da Direção Nacional de Educação (DNE), até ao momento já foram identificados mais de 260 erros e sugestões de correcção em livros de várias disciplinas do 2.º ao 6.º anos de escolaridade, sendo que a maioria dos quais foi detectada nos manuais da língua portuguesa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau