CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Governo defende criação de uma Sociedade de Desenvolvimento Regional de São Nicolau 18 Julho 2017

O Primeiro-ministro concluiu, este fim-de-semana, uma visita de quatro dias, aos municípios de São Nicolau, tendo deixado vários compromissos firmados com as câmaras municipais, e especialmente, com a população - uma delas é criar uma Sociedade de Desenvolvimento da ilha.

Governo defende criação de uma Sociedade de Desenvolvimento Regional de São Nicolau

Entre as grandes decisões, Ulisses Correia e Silva avançou que o governo vai aprovar em Conselho de Ministros, na próxima semana, a criação da Sociedade de Desenvolvimento Regional de São Nicolau, que visa ser um forte instrumento para planear e canalizar recursos, quer através de entidades públicas, quer de privadas, para transformar a ilha de São Nicolau, num verdadeiro destino turístico.

Com essa decisão e produzindo um Plano Estratégico, que garante a concretização do objetivo proposto, o turismo passa a ser um setor fundamental da ilha, mobilizando mais investimentos nos transportes, na requalificação de áreas urbanas e frentes marítimas, e em outras áreas importantes na ilha, como a agricultura e a pesca.

Para o Palácio da Várzea, a convicção é do Chefe do Governo, para quem, criando todas as dinâmicas na ilha, esta passa a atrair mais investimentos, aumenta o volume de turistas e alavanca a sua economia.

“O compromisso é conseguir que, até ao final da legislatura, São Nicolau possa ter a capacidade de gerar empregos, criar o seu próprio rendimento e aumentar e conseguir fixar a sua população, de forma sustentável e com qualidade de vida”, garantiu Correia e Silva, mostrando que São Nicolau tem todas as condições de se desenvolver, com grandes potencialidades turísticas, tanto em Ribeira Brava como no Tarrafal.

Com isso, o governo está a declarar São Nicolau como um destino turístico, significando a promoção e o desenvolvimento de políticas e incentivos públicos, de modo a estimular o sector referido.

A par disso, ficou a garantia de que, a partir de 1 de agosto, o navio Praia d’Aguada estará nos mares de Cabo Verde, particularmente, ligando São Nicolau. Também, ficou o compromisso em realizar estudos “importantes” para a construção de um Porto de pesca de raiz, no município de Tarrafal, proporcionado melhores condições aos pescadores e todos aqueles que se dedicam às pescas.

“É um compromisso para com São Nicolau, que deve ter um papel relevante na economia marítima do país, com investimentos nas pescas, nos transportes, na indústria conserveira, no turismo náutico e em outras actividades ligadas ao mar”, sustentou.

Durante a visita de quatro dias à São Nicolau, o Chefe do Executivo visitou várias localidades para inteirar-se de algumas infraestruturas e vias de acesso, e presidiu a materialização de vários protocolos com as duas câmaras, desde cedência de imóveis do Estado às autarquias, à requalificação e reabilitação urbanas e de moradias, passando pela construção de estradas e vias de acesso, e a acções de formações, entre as edilidades e o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Porque o desencravamento das ilhas é uma das prioridades do Governo, o governante deixou claro que São Nicolau, por razões óbvias, não fica de fora, tendo sido beneficiada com a construção de duas estradas.

Encontros com as populações, entre jovens, mulheres, agricultores, pescadores e outros estratos sociais, marcaram também a visita do Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, à ilha do Chiquinho.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau