ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Governo quer acelerar as privatizações 15 Novembro 2016

O Governo quer acelerar as privatizações e criar as condições para que o sector privado possa desempenhar mais um papel decisivo no desenvolvimento do país. Esta afirmação foi feita pelo ministro das Finanças, Olavo Correia, na abertura do ciclo de seminários sobre as privatizações e parcerias público-privados, na Praia.

Governo quer acelerar as privatizações

Segundo o ministro, o Governo tem um programa de privatizações ambicioso, que abrange a gestão dos portos, aeroportos, energia e água, reparação naval, transportes aéreos, produção e comercialização de medicamentos, entre outros.

Olavo Correia garante que este programa vai ser executado de forma célere, tendo em conta a necessidade que Cabo Verde tem de promover essas mudanças e alterações, bem como a criação de um ambiente macroeconómico e de negócios favorável para fazer o país crescer. “Não temos tempo adicional para o efeito. É preciso celeridade nas execuções das reformas num quadro legal estável, moderno, consistente e regulatório que seja adequado”, afirmou Olavo Correia.

O governante falou também sobre a necessidade de se acelerar as execuções das reformas num quadro de total transparência e com uma visão estratégica para o país. “Os processos não têm a ver apenas com a mobilização de recursos financeiros, mas com um quadro económico que possa colocar o país na rota do crescimento e num quadro de estabilidade macroeconómica e social”.

É que, entende o ministro, o programa de privatizações trará oportunidades para o sector privado nacional e permitirá a captação do Investimento Directo Estrangeiro (IDE) que é essencial para aquilo que são as necessidades de Cabo Verde em matéria de financiamento e de ‘know-how’. “Queremos chamar a atenção ao envolvimento crescente do sector privado nacional neste processo. O Governo tudo fará para criar as condições para que isso aconteça”.

De referir que, após estas formações, Olavo Correia diz esperar que os participantes possam estar melhor informados e alinhados em relação àquilo que são as necessidades de Cabo Verde em matéria de imprimir uma maior velocidade” nos processos de privatização e de parceria público-privada.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau