NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Governo vai promover Cidade Velha sob o conceito "Porta de regresso à casa" 19 Outubro 2016

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas definiu como prioridade a promoção da Cidade Velha - Património da Humanidade-, no roteiro internacional sob conceito “A porta de regresso à casa/The gateway back home”. A informação foi avançada pelo ministro Abraão Vicente, à margem das comemorações do Dia da Cultura naquele município, que conta com várias actividades culturais.

Governo vai promover Cidade Velha sob o conceito

Segundo o ministro, a ideia é fazer a promoção nos Estados Unidos da América, Europa e resto do Mundo, ou seja, que a Cidade Velha seja a “porta de regresso à África e dos afro descendentes”. Pretende igualmente com esta iniciativa “atrair” personalidades de todo mundo e grandes artistas de origem africana. “Cabo Verde é um ponto de intermédio, onde se respira a paz, tranquilidade, uma boa cultura e gastronomia. Somos um país com uma energia muito positiva, excelentes praias e um património riquíssimo”, garantiu Abraão Vicente.

Para além de promover a Cidade Velha no roteiro internacional, o MC vai promover o “Turismo de Habitação”. O propósito é fazer com que os residentes aprendam a conviver com o turismo e não tirar as pessoas da Cidade Velha. Vai ainda destacar o artesanato local, através da criação de lojas para venda de produtos aos turistas, e a gastronomia, tendo em conta que se pretende que este sítio histórico seja o ponto de encontro das famílias cabo-verdianas.

Em relação aos sítios e monumentos históricos classificados na Cidade Velha, garantiu que serão requalificados, num processo que vai ser liderado pela câmara municipal e não pelo Instituto do Património Cultural (IPC). O ministro garantiu que já há projectos concretos desde sinalização da Cidade Velha com logotipo da cidade classificada Património da Humanidade, recuperação da Igreja Nossa Senhora do Rosário, que está a dar sinal de “alguma degradação” e recuperação da gestão dos sítios que foi concessionado a uma empresa privada.

Abrão Vicente avançou ainda que “muito brevemente” será vedada a Sé Catedral para haver uma maior protecção, em parceria com a Igreja promover actos religiosos, tendo em conta que o turismo religioso é “o forte da Cidade Velha”. “Não temos todos os recursos para fazer a requalificação dos roteiros e dos monumentos, mas é um projecto a longo prazo e espero que nos próximos cinco anos consigamos fazer o trabalho de base para que os próximos Governo e estado de Cabo Verde consigam agarrar este projecto com alguma qualidade”, finalizou.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau