ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Grupo hoteleiro Vila Galé pretende apostar em Cabo Verde e Moçambique 27 Dezembro 2014

O Vila Galé, segundo maior grupo hoteleiro português, pretende apostar em Cabo Verde e alargar a sua rede para as ilhas da Boa Vista e do Sal, anuncia o administrador da empresa, Gonçalo Rebelo de Almeida.

Grupo hoteleiro Vila Galé pretende apostar em Cabo Verde e Moçambique

A entrada no arquipélago já tinha sido analisada em 2012 mas o Vila Galé acabou por travar esses planos para focar no hotel do Rio de Janeiro, que inaugurou na semana passada. “Retomámos mais recentemente a procura de terrenos. A ideia é fazer em Cabo Verde um resort como o Marés ou o Cumbuco, ambos no Brasil”, detalha o responsável numa entrevista ao sol.pt.

Além de Cabo Verde, outra das apostas no continente africano é a capital moçambicana. “Estamos em conversações para uma unidade em Maputo. Seria um hotel de cidade e há dois modelos em aberto: comprar ou arrendar um edifício que será construído”.

O Vila Galé é um dos principais grupos hoteleiros de Portugal e integra o ranking das 250 maiores empresas do ramo de hotelaria a nível mundial. É actualmente responsável pela gestão de 24 unidades hoteleiras: 18 em Portugal – Algarve, Beja, Oeiras, Cascais, Ericeira, Estoril, Lisboa, Coimbra, Porto e Madeira – e 6 no Brasil – Fortaleza, Caucaia, Salvador, Guarajuba, Pernambuco e Angra dos Reis – com um total de 11 964 camas.

C/sol.pt

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau