LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Guiné-Bissau: Banco da União pede ajuda ao presidente guineense José Mário Vaz para evitar encerramento 01 Agosto 2017

O presidente do conselho de administração do Banco de Desenvolvimento do Mali (BDM), Ahmed Mohamed AG Hamami, pediu apoio às autoridades guineenses para evitar o encerramento do Banco da União (BDU) da Guiné-Bissau, detido pelo Banco de Desenvolvimento do Mali.

Guiné-Bissau: Banco da União pede ajuda ao presidente guineense José Mário Vaz para evitar encerramento

O presidente do conselho de administração do Banco de Desenvolvimento do Mali (BDM), Ahmed Mohamed AG Hamami, pediu apoio às autoridades guineenses para evitar o encerramento do Banco da União (BDU) da Guiné-Bissau, detido pelo Banco de Desenvolvimento do Mali.

«O que se passa com este banco, neste momento, é a falta de pagamento de créditos há muito tempo. É por esta razão que viemos e contamos com o apoio das autoridades do Mali para intervir junto do governo e da mais alta autoridade guineense, o Presidente da República, e da ministra das Finanças para encontrarmos uma solução rápida para apoiar este banco», afirmou o antigo primeiro-ministro do Mali.

Ahmed Mohamed AG Hamami, que falava aos jornalistas após um encontro com José Mário Vaz, afirmou ainda que «desde 2012 que o BDU tem problemas».

«Segundo os acionistas do BDM, já não vai ser mais possível continuar a suportá-los. Os acionistas são maioritariamente privados. Não vamos continuar a suportar esta situação. É absolutamente urgente e indispensável encontrar uma solução perante as dificuldades em que se encontra este banco», salientou.

O BDU é um dos bancos da Guiné-Bissau que têm uma grande carteira de crédito malparado.

O crédito malparado aos bancos na Guiné-Bissau é de cerca de 30 mil milhões de francos cfa (cerca de 45 milhões de euros). Fonte: Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau