DIÁSPORA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Habemus Cardeal 14 Fevereiro 2015

Dom Arlindo Furtado é a partir deste sábado, 14 de Fevereiro, o primeiro Cardeal de Cabo Verde. A cerimónia terá lugar na cidade Estado do Vaticano e conta com a presença do Primeiro-Ministro, José Maria Neves, que viajou esta sexta-feira para Roma, Itália.

Habemus Cardeal

Roma prepara-se para a tomada de posse dos novos cardeais nomeados pelo Papa Francisco, entre os quais Dom Arlindo Bispo de Santiago. O Consistório presidido pelo Santo Padre Francisco, na Basílica do Vaticano, está marcado para as 11 horas (9 horas em Cabo Verde). A comunidade cabo-verdiana, proveniente dos mais diversos países da nossa diáspora, convergiu para Roma para assistir à cerimónia que contará com a presença do Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, e várias entidades civis e religiosas. Dos EUA, França, Holanda, Portugal, Espanha, Suíça, Luxemburgo e outras paragens a comunidade cabo-verdiana convergiu para a Cidade do Vaticano para um momento único na história da Igreja Cabo-verdiana.

Para Dom Ildo Fortes, que também está em Roma, este “ é um momento de muito júbilo para a nossa terra, para as duas dioceses de Cabo Verde. Nós, do lado da igreja, damos conta que é uma ascensão de grande responsabilidade. Para a Igreja essas funções que se assumem, às quais somos chamados, e, neste caso, do Dom Arlindo, mais do que prestígio ou honra é um serviço. O Papa chamou atenção para a evidência de que irá haver festa à volta dos novos cardeais, os familiares, amigos, mas a resposta a esta chamada é um serviço. E isso, cremos ser uma mais valia para a Igreja e para Cabo Verde e Dom Arlindo irá estar num lugar muito perto do Papa, para ajudar”.

A família e amigos de D. Ildo, mesmo os que não sejam necessariamente crentes, estão juntos num acto que gera afecto e simpatia. "Posso não ser um grande aficionado do futebol, mas tendo um amigo futebolista sou capaz de ir assistir aos jogos em que participa. As motivações são, para além das motivações de um crente. Vejo isso normalmente. A Igreja também está numa sociedade. Daí que desperte atenção e possa levar muita gente a deslocar à cerimónia dos mais diversos locais da diáspora”, disse.

A presença de José Maria Neves em Roma é vista por Dom Ildo como estando em sintonia com o que acontece com os cardeais de outros países. Recorda que existem relações diplomáticas com a Santa Sé e uma centena e tal de países. E uma comitiva política consequência dessas relações. “O Cardeal é um cidadão especial no Vaticano. Assim também o Núncio Apostólico se desloca a Cabo Verde várias vezes por questões diplomáticas. É compreensível que uma comitiva política se desloque a Roma para participar neste acto com tão grande importância para a Igreja. Para além de, imagino eu, todo o gosto particular e pessoal e a amizade que tem por Dom Arlindo”, destaca.

Acerca da possibilidade de ser nomeado um novo bispo em Cabo Verde Dom Ildo referiu que ainda Dom Arlindo Furtado irá continuar a ser Bispo de Santiago e que, havendo necessidade, o Papa, a pedido do novo cardeal, poderá nomear um bispo auxiliar para a diocese. Mas que que tudo está no campo das probabilidades.

A celebração da Eucaristia no domingo será presidida pelo Papa Francisco e contará com a presença de todos os novos cardeais.

AC

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau