ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

II Cimeira sobre Inovação em África: Desafios do continente no centro das atenções 24 Outubro 2017

O Governo da República do Ruanda anuncia, através da empresa Ihaba com sede na Praia e com a qual tem parceria de cooperação, que a segunda Cimeira de Inovação em África (AIS II) vai ser realizada entre 6 e 8 de junho de 2018, no Centro de Convenções de Kigali, Capital de Ruanda. A organização informa que a AIS II basear-se-á nos bons resultados da primeira Cimeira que teve lugar na Cidade da Praia em 2014 e incluirá actividades antes, durante e após a Cimeira inaugural. Tudo com o foco nos desafios do continente a se vencer.

II Cimeira sobre Inovação em África: Desafios do continente no centro das atenções

Para os promotores, a AIS procura soluções inovadoras e disruptivas para os principais desafios enfrentados pelos países africanos, com foco no acesso à energia e água, na insegurança alimentar e nos sistemas de saúde da África.

Conforme o pograma, será uma cimeira de três dias que incluirá um conjunto de sessões plenárias sobre questões temáticas importantes, mais de 20 workshops facilitados em grupos de trabalho focados para aprofundar o diálogo e buscar soluções para os desafios enfrentados pelos países africanos, bem como muitos eventos paralelos e programas específicos.

«A Cimeira também incluirá eventos descentralizados entre três e cinco locais diferentes de África, uma exposição de 50 PME e instituições africanas com ideias, produtos e / ou serviços inovadores evolutivos e um Desafio a Juventude sobre a Inovação».

Segundo a organização, antes da Cimeira a AIS promoverá maratonas de programação e blogs para mobilizar o envolvimento popular. Já na fase pós-Cimeira, a AIS trabalhará em uma série de resultados em conhecimento, incluindo resumos de políticas e livro com estudos de caso, bem como promover a implementação das recomendações finais.

Como plataforma de diálogo e acções das partes interessadas, a cimeira reunirá participantes com poderes para agir, de todas as partes do continente e de outros países. Ou seja, vai contar com a presença de Chefes de Estado e Governos, Ministros e outros funcionários governamentais, Chefes de Organizações regionais e continental, CEOs de empresas estabelecidas, fundadores de start-up, investidores, académicos, pesquisadores, especialistas em políticas, ciência e tecnologia, bem como de business angels, inovadores e grandes pensadores. Tudo com o objectivo de buscar soluções para desafios e mobilizar para acções colectivas.

Ihaba e transformação da África

O governo da Ruanda tem como parceiro a Ihaba. Esta é uma empresa de desenvolvimento de negócios com sede em Cabo Verde, cuja missão é de transformar a África através da incubação de ideias inovadoras e de um engajamento activo na construção de um ambiente favorável à inovação no continente negro. Conta com o apoio da Governo do Ruanda, através do Presidente Paul Kagame, que assumiu a liderança na promoção da inovação em África.

"Estamos estimulados com a AIS II e ansiosos para envolver todos, através dessa parceria com o Governo do Ruanda, para encontrar soluções inovadoras e disruptivas para os desafios que o continente enfrenta", garantiu José Brito, Managing Partner de Ihaba.

Já o ministro da Juventude e das TIC de Ruanda declarou satisfeito em acolher esta segunda cimeira sobre a inovação em África. "Em nome do Governo do Ruanda, estamos muito satisfeitos em acolher os delegados da AIS a Kigali para este evento continental sobre a inovação voltado para encontrar respostas para alguns dos desafios perenes enfrentados pelo nosso continente. Isso está em linha com nossa agenda nacional para estar na vanguarda da busca de soluções criativas para nossos desafios de desenvolvimento. O governo do Ruanda está empenhado em trabalhar com a Ihaba para garantir que o evento seja hospedado com sucesso no país ", garante Jean Philbert Nsengimana.

Olugbenga Adesida, diretor da AIS, indicou que a "AIS não é mais um evento, mas uma plataforma continental destinada a construir o ecossistema para a inovação em África, a fim de assegurar a transformação estrutural de África".

Diante de tudo isto, a AIS e o Governo do Ruanda convidam a todos para participarem na Cimeira, juntando-se assim «ao movimento para facilitar a mudança em África a partir do seu interior».

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau