ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Indicador de confiança regista valor mais baixo de sempre 31 Maio 2015

O indicador de confiança no consumidor manteve a tendência descendente. Os dados apurados pelo Instituto Nacional de Estatística mostram que o indicador registou o valor mais baixo de sempre e que a confiança dos cabo-verdianos continua a diminuir. O levantamento revela igualmente que indicador evoluiu negativamente comparado ao trimestre homólogo.

Indicador de confiança regista valor mais baixo de sempre

A baixa confiança dos consumidores deve-se a apreciação negativa sobre a situação financeira das famílias, do país e dos seus lares relativamente ao mesmo período do ano 2014. As famílias afirmam que, tanto a sua situação económica, como a do país, evolui negativamente. Alegam que os preços de bens e serviços baixaram e que o desemprego diminui quando comparado com o período homólogo de 2014.

A maioria dos inquiridos (86%) considera que com a actual situação económica do país não facilita a poupança. No trimestre homólogo esse percentual era de 68%. De realçar que apenas 7% afirmam ser possível poupar algum dinheiro com a actual situação económica do país.

Perspectiva futura

As famílias que responderam ao questionário do INE defende que, para os próximos 12 meses, tanto a sua situação financeira, como a do país deverá evoluir negativamente, comparado com o mesmo período de 2014. Os preços de bens e serviços deverão diminuir quando comparado com o trimestre homólogo e que o mesmo deverá acontecer com o desemprego.

Quando questionados se tencionam comprar um carro nos próximos 2 anos, a maioria, 92%, afirma ter a certeza absoluta que não tenciona adquirir viatura. Nenhum inquirido considerou a possibilidade de comprar um carro. A maioria, 80%, também não pensa comprar ou construir uma casa nos próximos dois anos, contra 63% registado no período homólogo.

Cerca de 9% afirmaram que provavelmente não irão construir ou comprar uma casa. Igual número de inquiridos, 9%, pondera adquirir uma casa e 2% afirmam com certeza absoluta que vai comprar ou construir uma casa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau