DESPORTO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Jogos de Francofonia: Jordin Andrade apurado para a final, Eskilson e Eveline partem na 3ª série 24 Julho 2017

Tudo indica que Jordin Andrade não irá, afinal, correr, hoje(23). É que o atleta cabo-verdiano, segundo informações publicadas no site oficial da competição, está apurado para a final direto, face ao seu record e posição no ranking mundial, sendo mesmo um dos principais favoritos ao ouro nestes VIII Jogos da Francofonia.Entretanto, o delegado da comitiva nacional de atletismo, Júlio Nagana prefere esperar pela confirmação junto aos responsáveis da organização, daí que jordin vai estar no Estádio e pronto para qualquer eventualidade. Eskilson e Eveline correm a primeira eliminatória logo mais, ambos na 3ª série.

Jogos de Francofonia: Jordin Andrade apurado para a final, Eskilson e Eveline partem na 3ª série

Esta manhã(23) fomos ter com Jordin para perceber do seu estado de espírito para a competição, ele que chegou de viagem já a caminhar para a 00h00, ainda bastante cansado, como o próprio confirmou.

Porém, diz-se confiante e seguro da conquista de uma medalha de ouro. “Estava e ainda estou muito cansado, mas mentalmente estou pronto para competir hoje, mas correr ou não, depende deles (da organização). Mas é certo que preferia um dia de folga para descansar um pouco mais”, confessa o atleta. Contudo, diz-se empolgado para amanhã (que é quando dever-se-á disputar a final dos 400m e eu quero colocar o nome de Cabo Verde no quadro das medalhas, dar-lhes (o povo de Cabo Verde) um ouro!”.

Este diz-se “em dívida” para com os cabo-verdianos que lhe têm dado “tanto amor”, desde os últimos Jogos Africanos em que claudicou na última barreira na final e acabou em quinto ou sexto lugar da final. Desde então “esta corrida têm-me assombrado, quero ganhar desta vez para devolver todo o carinho que Cabo Verde têm-me dado”, salienta.

O maior obstáculo, para já, parece ser o desconhecimento que tem de quem serão os seus adversários no geral. A julgar pelos países aqui representados, Jordin supõe que os principais adversários virão do Canadá e da França. Ainda por cima, estes vêm com vários atletas para Abidjan 2017.

Jordin exibe, entretanto, a confiança de um atleta que é número 8 do ranking mundial e que tem a melhor marca da competição. “Eu sou o mais rápido aqui, mais rápido do que todos do Canadá, então eu tenho de ser um dos melhores de África”, sublinha, e realça o sentimento especial sempre que tem a oportunidade de competir em solo africano.

Uma certeza é de que Eskilson Nascimento (16H00) e Eveline Sanches estiveram na pista de tartame do Estádio Felix … para tentar ultrapassar a primeira eliminatória e avançar na competição. Antes da prova, ambos mostraram-se confiantes numa boa prestação – resultados ficam para os próximos informativos. Kaunda Simas

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau