DESPORTO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Jornal português destaca Edy Walter Tavares como “O gigante de Cabo Verde na NBA” 16 Fevereiro 2016

O jornal português Diário de Notícias relata a história de Edy Walter Tavares, o rapaz mais alto da ilha do Maio, que é também o mais alto da NBA, a principal liga de basquetebol do mundo - apesar de só ter aprendido a jogar aos 17 anos. Como muitos meninos cabo-verdianos que correm atrás de uma bola, Edy queria ser jogador de futebol e chegar ao clube do Benfica de Portugal, mas hoje é uma das estrelas do clube norte americano Atlanta Hawks.

Jornal português destaca Edy Walter Tavares como “O gigante de Cabo Verde na NBA”

“Como qualquer criança em Cabo Verde, Walter queria ser jogador de futebol. Mas o destino trocou-lhe o caminho e o improvável tornou-se possível. Quando corria atrás da bola nos campos pelados da ilha do Maio sonhava com o Benfica. Tinha as canelas esfoladas de tantas fintas treinadas, imitadas, quase, quase como as dos jogadores encarnados que via aos domingos no televisor lá do bairro”, lê-se no Diário de Notícias, que também realça que o sonho do basquetebolista era ser como Rui Costa ou Óscar Cardoso.

«Sou benfiquista de coração, tenho sangue benfiquista. E queria ser defesa-central. Só víamos futebol, nunca ouvi ninguém falar de basquetebol na ilha», diz o jogador dos Atlanta Hawks, o primeiro cabo-verdiano a chegar à National Basketball Association americana, o mais alto da NBA, juntamente com o sérvio Boban Marjanovic, dos San Antonio Spurs.

Conforme relata o jornal luso, Walter distinguia-se entre os amigos, era notado na rua, dava nas vistas. Mas os encarnados não o viram jogar e Lisboa ficou longe. Quem o viu foi um turista. E reparou na altura, claro. Com dois metros e 21 centímetros, o rapaz devia ser bom no basquetebol.

Quando o atleta foi descoberto na ilha do Maio, sua terra natal, tinha acabado de completar 17 anos. "Apareceu um alemão de férias, perguntou se eu queria jogar basquetebol e eu disse que sim. Impressionado por conhecer o cabo-verdiano mais alto da ilha, o homem pediu-lhe uma fotografia. Queria levá-la para Espanha e mostrar a um amigo. Foi assim que tudo começou."

Leia na íntegra esta história de sucesso:http://www.noticiasmagazine.pt/2016/edy-tavares/

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau