POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Líder do MpD vai ser reeleito nas directas deste Domingo. «Vai ser uma vitória sem glória» 08 Janeiro 2017

Pelo menos 30 mil militantes do MpD são chamados a exercer o seu direito de voto nas directas, deste Domingo,08, para eleger o presidente do partido. O actual líder Ulisses Correia e Silva, que é o único candidato á sua própria sucessão, deve votar, às 11 horas, na Mesa da Assembleia que funciona nas instalações do Liceu de Palmarejo, na cidade Praia. Para um analista, «Ulisses será reeleito, mas vai ser uma vitória sem glória».

Líder do MpD vai ser reeleito nas directas deste Domingo. «Vai ser uma vitória sem glória»

O pleito deste fim-de-semana está a ser aguardado com alguma expectativa entre os ventoinhas. Conforme o membro da Comissão Política Filomena Gonçalves, os 30 mil inscritos chamados às urnas, no país e no estrangeiro, devem eleger o presidente do partido e uma média de 300 Delgados à Convenção Nacional do partido, que está convocada para os dias 3 e 4 de Fevereiro, na cidade da Praia.

O responsável do Gabinete de comunicação Imagem do partido, Carlos Monteiro, informa que Ulisses Correia e Silva deverá votar, às 11 horas, na Mesa da Assembleia de Votos que funcionará nas instalações do Liceu de Palmarejo, na Capital.

Abstenção e convenção

« Por ser o único concorrente à liderança, a pleito deste Domingo está a ser morno, podendo haver muita abstenção. Isto se tivermos em consideração que nas últimas presidenciais - apesar de ter contado com três candidatos - houve mais de 63% dos eleitores que não foram às urnas. Vai ser quase que um plebiscito - tem sido assim as eleições nos partidos políticos. Por isso, Ulisses vai ser reeleito, mas será uma vitória sem glória», prevê um analisa de Mindelo próximo ao partido no poder.

Referindo-se aos objectivos da XI Convenção, Filomena Gonçalves garantiu, em conferência de imprensa, que vai ser sobretudo um momento para reforçar as soluções que o partido tem para o país. “A Convenção será o momento alto de reafirmação de princípios e de valores do MpD, de reforçar cada vez mais e melhor a nossa visão e propostas de solução que temos para Cabo Verde, nos próximos anos, e com os olhos focalizados no futuro promissor”, garantiu.

A política fez questão de salientar que o evento acontece no momento que diz ser de “confiança” no combate ao desemprego, sobretudo jovem, no crescimento económico, na segurança e coesão social. É que, segundo conclui aquele membro da Comissão Política do MpD, governar “não é só plantar”, mas também “resolver problemas”.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau