NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Lisboa: Fortes manifestações culturais na III Feira da Mulher Africana 30 Julho 2017

Lisboa: Fortes manifestações culturais na III Feira da Mulher Africana

Lisboa: Fortes manifestações culturais na III Feira da Mulher Africana

Lisboa está a ser palco de várias manifestações para assinalar o 31 de Julho, dia da Mulher Africana. É que a PADEMA - Plataforma para o Desenvolvimento da Mulher Africana - começou, a partir deste sábado, prolongando-se até o dia 30, Domingo, no Museu de Lisboa, Palácio Pimenta, no Campo Grande, a III edição da FAMA - Feira da Mulher Africana. Um acontecimento anual em que não faltarão literatura, música, dança, teatro, artesanato, artes plásticas, moda, gastronomia e animação infantil.

O certame, cuja cerimónia foi orientada pela presidente da Plataforma para o Desenvolvimento da Mulher Africana (PADEMA), Luzia Moniz, decorre até domingo. Ali estão expostos produtos africanos desde roupas para homens e senhoras, sapatos, lenços, colares, brincos, matérias decorativas, artesanato, bem como a gastronomia dos diferentes países que participam na mesma.

Conforme a organização, pretende-se com este evento, eminentemente cultural, enaltecer a mulher africana como o principal vector do desenvolvimento do continente, destacando as suas diversas valências culturais.

«Na rúbrica animação infantil, sublinhe-se a hora do conto, altura em que todas as crianças presentes no recinto poderão ouvir estórias africanas. Há ainda jogos tradicionais africanos orientados pelas associações de estudantes de Angola e de Moçambique», lê-se numa nota remetida a este diário digital.

Acolhida com expectativa por parte da comunidade africana residente em Portugal, a III FAMA conta com a participação de nove países africanos: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Marrocos, Moçambique, Quénia, São Tomé e Senegal. Participam também no evento Portugal, Brasil, Perú e Cuba - este último como o país convidado desta edição.

Os promotores da iniciativa garantem que, tal como nas duas edições anteriores, a FAMA é um acontecimento cultural para todas as idades que tem o apoio, entre outros, da Câmara Municipal de Lisboa, do Museu de Lisboa, da Câmara de Comércio e Indústria de Angola (CCIA), do Instituto Luso-Árabe para a Cooperação (ILAC) de embaixadas africanas acreditadas em Portugal e dos TACV.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau