CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

MAA lança projecto para conservação das aves marinhas em Cabo Verde 20 Setembro 2017

O Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), através da Direção Nacional do Ambiente, promove, esta quarta-feira, 20, na Quinta da Montanha (Rui Vaz), ilha de Santigo, um workshop de lançamento do projeto “Promoção da Conservação das Aves Marinhas em Cabo Verde”. O acto será presidido pelo Diretor Nacional do Ambiente, Alexandre Neveski, e pelo representante da BirdLife international, Miguel Lecoq. O objectivo deste workshop é promover a boa articulação entre os vários parceiros e actores do projecto, na perspectiva de contribuir para uma eficaz implementação das actividades para proteger as aves marinhas ameaçadas de extinção no país.

MAA  lança  projecto para conservação das aves marinhas em Cabo Verde

De acordo com uma nota enviada a este diário digital, ao longo do evento, os parceiros terão a oportunidade de familiarizarem-se com as principais organizações envolvidas no projecto e de discutir as questões relacionadas com a implementação de acções.

“No seguimento do trabalho de investigação, de monitorização e de conservação realizados nos últimos anos em Cabo Verde por diversas organizações nacionais e internacionais, a BirdLife international, juntamente com diversos parceiros pretende implementar de 2017 a 2019 a primeira fase do projeto: Promoção da conservação das aves marinhas em Cabo Verde”, lê-se no documento.

O projecto conta com o financiamento da fundação MAVA e será coordenado pela BirdLife International, em estreita colaboração com a DNA -Direcção Nacional do Ambiente. O mesmo, segundo nossas fontes, pretende contribuir para a construção de uma base sólida de conhecimento sobre as aves marinhas de Cabo Verde, incluindo a identificação e o mapeamento dos locais de reprodução, a determinação do tamanho das populações e o estudo das principais ameaças e das relações entre as comunidades locais e as aves marinhas.

A fazer fé nas mesmas fontes, será dada atenção particular às ameaças como as espécies não-nativas introduzidas e a captura ilegal de aves, estando previstas diversas acções para avaliar e minimizar o seu impacto.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau