NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

MDR executa plano para garantir reservas de água em Santa Cruz e S. Lourenço 28 Agosto 2015

O Ministério do Desenvolvimento Rural (MDR) está a desenvolver um projecto orçado em 2 milhões de escudos, em São Lourenço dos Órgãos e Santa Cruz, para melhorar as infra-estruturas hidráulicas nesses municípios e captar maior quantidade de água durante a época chuvosa. Além disso, a nova delegada Larissa Varela diz que estão a aproveitar esta época para lançar mais pasto e acumulando reservas para a época seca. Por isso, apela aos agricultores que também recolham água nas cisternas e em outros equipamentos que tenham em casa.

MDR executa plano para garantir reservas de água em Santa Cruz e S. Lourenço

Face à falta de água e de pasto devido à seca que assolou o país nos últimos dois anos, a delegação do MDR em Santa Cruz está a preparar-se para garantir estes dois bens essenciais aos agricultores. Neste momento estão a cobrir e a limpar todos os poços que se encontram nas ribeiras de Santa Cruz e em São Lourenço dos Órgãos, evitando o entupimento durante as cheias. O objectivo é minimizar os recursos que poderão ser gastos na sua reparação. A mão-de-obra é local, envolvendo mais de 40 empregos directos.

A delegada do MDR diz que a ideia é reter, recolher e armazenar água das chuvas e pasto em maior quantidade, de forma a evitar constrangimentos tal como aconteceu nos anos anteriores em que não choveu. Por isso, a delegada do MDR pede aos agricultores que façam os seus armazenamentos em cisternas e outros equipamentos que tenham à disposição.

Enquadrado nesse djunta-mon, Larissa avança que uma equipa já está no terreno a fazer o levantamento do estado das cisternas e poços nos dois municípios para, lá onde for preciso, fazer as intervenções necessárias. Por outro lado, a delegação vai lançar em breve a campanha de distribuição de sementes e recolha de pasto.

Em parceria com a Sociedade Nacional de Engenharia Rural e Florestas (SONERF) e as associações comunitárias locais, a delegação do MDR está a abrir vias de acesso nas florestas e nas áreas irrigadas da barragem de Poilão e Ribeira Seca, para facilitar o escoamento dos produtos agrícolas. O investimento ronda um milhão e 300 contos e vai proporcionar emprego a 20 pessoas.

Feitas essas acções no terreno, Larissa Varela acredita que está tudo preparado para debelar os efeitos da seca. Essas intervenções estão enquadradas no Plano de Emergência que o Governo está a implementar no país.

AN

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau