Cultura

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Peça MUNDA MUNDA de Cabo Verde vai ser apresenta no Brasil 07 Setembro 2017

A peça cabo-verdiana MUNDA MUNDA - a obra teatral de Sara Estrela - que conta com a performance de Milena Tavares e produção musical de Jeff Hessney, será apresentada em três cidades brasileiras neste mês corrente. Esta é a primeira apresentação internacional do espetáculo que, desde sua estreia focou no público - alvo cabo-verdiano.

Peça MUNDA MUNDA de Cabo Verde vai ser apresenta no Brasil

Após um ano de circulação, MUNDA MUNDA busca novos olhares e experiências, trilhando seu caminho de internacionalização da arte performativa de Cabo Verde. A iniciativa partiu da equipe criativa e só foi possível mediante contribuição das empresas privadas, CABOCAN e Banco Interatlantico - duas empresas “fortemente comprometidas” à valorização e respeito às tradições e idiossincrasia dos homens e mulheres das ilhas.

“!Cabo Verde e Brasil partilham uma historia de colonização, escravatura e luta pela identidade, esses cruzamentos históricos e culturais aproximam os dois países e serviram de motivação para a escolha do primeiro público internacional de MUNDA”.

A proposta das apresentações nos estados de Alagoas, Sergipe e Pernambuco foram rapidamente acolhidas por produtores e artistas brasileiros, isto dada a pertinência do tema, assim como pela qualidade da obra e seu caracter investigativo.

De destacar que MUNDA sobe ao palco no dia 10 de Setembro em Arapiraca, seguindo para Aracajú no dia 16 e encerra na Cidade de Recife no dia 19. Entre performances, o elenco e equipa criativa participam de mesas redondas, debates e partilha o Colá Sanjon em workshops de dança, música e método de criação teatral.

Sobre a artista MUNDA, é o 3º espetáculo/pesquisa de Sara Estrela. Nessa série a artista se posiciona face à obras clássicas das ilhas de Cabo Verde e nascem espetáculos que procuram a alma criola incansavelmente. A obra que serve de base para a peça nº3 é o conto de Blimunde, que diferente das propostas anteriores, é um clássico cabo-verdiano de expressão oral.

E assim é também os espectáculos que Sara nos apresenta. O encontro peça x público torna-se, segundo os promotores, então uma sugestão, um questionamento, sem medo dos vazios e dos silêncios como forma de dialogo e reflexão.

Celso Lobo

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau