DIÁSPORA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Madre Theresa: Missionária cabo-verdiana que está a mudar a vida de famílias pobres na Argentina 26 Agosto 2015

Há 18 anos, Theresa Varela, missionária cabo-verdiana, está à frente da Fundación Misión Esperanza, em Córdoba, Argentina, mudando a vida das famílias pobres daquela localidade. Depois de passar por Lisboa, Roma, São Paulo, Curitiba e Buenos Aires, aos 76 anos, e com uma habilidade quase de jovem, esta freira divide o seu tempo a visitar as famílias e a arranjar doações que lhe permite manter o seu projecto e levar esperança a quem mais precisa.

Madre Theresa: Missionária cabo-verdiana que está a mudar a vida de famílias pobres na Argentina

Nascida em Cabo Verde, quarta filha de 13 irmãos, Madre Theresa descobriu na Argentina a sua vocação, que é trabalhar junto dos mais desfavorecidos. Por isso pediu para sair do convento para criar a Fundación Misión Esperanza que há 18 anos tem ajudado várias famílias e renovado as esperanças de milhares de jovens argentinos na pequena cidade de Cruz del Eje, província de Córdoba, onde vivem 70 mil habitantes.

No começo não foi fácil. Madre Theresa reunia-se com jovens debaixo de árvores, onde também cozinhavam. Entretanto, nada a abalou e hoje dirige sete aldeias infantis e centros comunitários que durante a semana atendem mais de 700 crianças carenciadas, que recebem aulas de educação cívica e para a cidadania, dança, música e desporto.

Conhecida pelos seus pupilos por “la Hermana”, Madre Theresa Varela também dirige uma Escola de Artes e Ofícios para crianças pobres, que já recuperou mais de dois mil jovens se encontravam na marginalidade.

Hoje a cabo-verdiana orgulha-se por conseguir mudar a vida desses jovens, porque o que mais a motiva é contribuir para educar e transformar as pessoas. “Antes estava obcecada em nutrir as pessoas. Agora quero alimentar-lhes o cérebro. Há muita fome intelectual mas uma pessoa educada e nutrida culturalmente pode transformar-se e mudar", observa.
educada e nutrida culturalmente pode transformar-se e mudar", observa.

O trabalho desta cabo-verdiana é reconhecido dentro e fora da Argentina. Várias vezes foi comparada com a Madre Teresa de Calcutá e já foi distinguida pela Presidente da Argentina, Cristina Kirchner.

Confira mais sobre a história de Theresa aqui: http://www.lanacion.com.ar/1819992-la-otra-madre-teresa-un-viaje-de-cabo-verde-a-la-zona-mas-pobre-de-cordoba

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau