INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Maior furacão do Atlântico ‘Irma’ arrasou 95% de ilha nas Antilhas. ’José’ já começou 07 Setembro 2017

A ilha antilhesa de Saint-Martin ficou devastada em 95 por cento, após a passagem de ’Irma’, o maior furacão de sempre no Atlântico. Morreram pelo menos oito pessoas, há 23 feridos e milhares ficaram sem casa.

Maior furacão do Atlântico ‘Irma’ arrasou 95% de ilha nas Antilhas. ’José’ já começou

O furacão ‘Irma’ classificado na categoria máxima, 5, entrou esta terça-feira em Saint-Martin, arquipélago de Guadéloupe, e fez oito mortes, 23 feridos e milhares de casas destruídas.

As primeiras rajadas de vento atingiram mais de 300 km/h, que deram lugar a ondas de 10 a 12 m, e pluviometria entre 200 e 400 mm. O olho do ciclone (foto) atingiu cerca de 50 km de diâmetro atingiu primeiro a ilha de Saint-Barthélemy, Guadéloupe antes de rumar a Saint-Martin. Só não houve mais estragos porque as escolas, a administração e vários estabelecimentos comerciais tiveram previamente ordem de encerrar.

As autoridades referiram esta quarta-feira que houve “grandes prejuízos materiais” em Saint-Martin e Saint-Barthélemy e que o sistema de saneamento, a rede de eletricidade e telecomunicações estão destruídos. Está previsto um plano do governo francês para retirar habitantes de áreas submergidas.

Mais forte que o ’Harvey’ que fez 42 mortes na Louisiana e Texas e afetou milhões de pessoas, é o furacão ’Irma’ que continua a sua senda de destruição através das Antilhas. Prevê-se que vai passar na quinta-feira, perto da República Dominicana, Haiti e Baamas, mas sem atingir de frente estas ilhas. Na sexta-feira estará em Cuba. No domingo, chega à Flórida que foi colocada em estado de emergência.

Antígua e Barbuda

O arquipélago de Antígua e Barbuda, que tem a rainha de Inglaterra como chefe de Estado, também foi afetado pela passagem do ’Irma’. O primeiro-ministro Gordon Browne afirma que cerca de 95% da ilha de Barbuda está "inabitável", "depois de uma noite de puro terror": "Estive para chorar,mas chorar não ajuda nada", disse na televisão nacional na noite de quarta-feira, refere o WP.

’José’, o próximo

Às cinco e meia desta quinta-feira, 7, o centro nacional de Furacões, nos Estados Unidos, avisou que vem aí o furacão ’José’ e que é "ligeiramente mais forte" que o anterior.

As Nações Unidas preveem que "o histórico furacão ’Irma’ pode afetar 37 milhões de pessoas".

Fontes: Le Monde, Washington Post. Fotos da Reuters e AFP.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau