DESPORTO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Márcio Fernandes anuncia fim da sua carreira desportiva 22 Fevereiro 2018

O atleta paraolímpico cabo-verdiano Márcio Fernandes, campeão do mundo no lançamento de dardo em 2015, vai pôr fim à sua carreira. O anuncio foi feito esta semana, pelo atleta na sua página de Facebook. “Tudo na vida tem um inicio e um fim, e chegou o momento de pôr um fim a minha carreira desportiva no que diz respeito a alta competição e em representação de Cabo Verde. Foram 20 anos de atletismo 12 dos quais ao mais alto nível com muita luta muitos sacrifícios, momentos baixos, momentos altos, vitárias, derrotas, medalhas, grandes competições, enfim tudo o que envolve a pratica desportiva”, afirma.

Márcio Fernandes anuncia fim da sua carreira desportiva

No post, Márcio Fernandes escreve ainda que “para além das medalhas ficam os amigos os grandes companheiros, os convívios e os conhecimentos e aprendizagem que tive a oportunidade de absorver durante todos estes anos. O atletismo é mais que um desporto, foi para mim uma escola em que os vários treinadores foram os meus grandes professores, com eles aprendi e muito.”

Segundo o mesmo, “este é o tempo certo para abandonar a competiçao” Diz-se satisfeito por ter representado bem e com o orgulho o país nas diversas provas mundiais, deixando total disponibilidade em contribuir “de alguma forma para o engrandecimento desse nosso país.

Ainda no seu Post de despedida, Fernandes diz que, “apesar de muitos sacrifícios pessoais e familiares, o balanço é extremamente positivo, porque consegui chegar ao topo. Estarei obviamente sempre ligado ao desporto, mas desempenhando uma outra tarefa, que seja financeiramente mais viável com vista ao meu futuro e para a minha família”, assegura.

«Estarei sempre e para sempre ligado e disponível para colaborar, e compartilhar toda a minha experiência com as gerações futuras, e dessa forma dar continuidade às grandes conquistas para o desporto Cabo-verdiano conseguidas nestes últimos anos”, declara o atleta paraolímpico e ex-campeão do mundo em lançamento do dardo.

Nesta hora de despida, Márcio deixa agradecimentos principalmente à família, a todos os cabo-verdianos, ao Comité Paraolímpico, aos seus patrocinadores principais.

Medalha ouro no Campeonato do Mundo em 2015 e Jogos Paraolímpicos de Londres’2012 e Rio2016

Os grandes momentos da carreira do atleta paraolímpico cabo-verdiano Márcio Fernandes, foram sem duvidas as participações nos Jogos Paraolímpicos de Londres’2012 e Rio2016, mas também ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato do Mundo de Desporto Adaptado, em Doha, Qatar, na prova de lançamento de dardo.

No XIV Jogos Paraolímpicos de Londres’2012, o atleta Márcio Fernandes representou o país em três provas. Terminou na nona posição na prova de lançamento de dardos. Nos 200 metros, o atleta cabo-verdiano ficou-se pela primeira fase. Fernandes falhou também a qualificação para a final de velocidade dos 100 metros ao terminar a prova na quarta posição nas meias-finais.

No mesmo ano, o atleta Márcio Fernandes conquistou a medalha de ouro no campeonato nacional britânico de clubes na prova de lançamento de dardo - Fernandes alcançou 49.02 metros. Já no Mundial de 2013, disputado em Lyon (França), foi vice-campeão do mundo na prova de lançamento de dardo, em 2013. Ao lançar 53,87 metros na pista de atletismo do Stade Du Rhône, perdeu o ouro por uma diferença de 30 centímetros para um atleta francês.

Em 2015 foi campeão do Mundo no lançamento de dardo. Nessa competição, Fernandes alcançou 56,24 metros, superando o próprio recorde africano de que era o detentor.

Nos Jogos Paralímpicos do Rio2016, Márcio Fernandes falhou o pódio ao qualificar-se na nona posição na prova de lançamento do dardo F44 com a marca de 51,67 metros, à terceira tentativa, que ficou muito aquém daquela que obteve no Mundial de Desporto Adaptado, em Doha, Qatar, no ano de 2015.

Desporto Cabo-verdiano reconheceu o feito desportivo do Márcio Fernandes

Com feito a nível desportivo o Governo Cabo-verdiano, aproveitou a Gala do Desporto’2016, que premeia os melhores atletas nacionais da época 2015 /2016, para homenageá-lo, juntamente com Gracelino Barbosa, ambos tarrafalenses, que representaram Cabo Verde nos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Fernandes lembra o "prestígio" do prémio e demonstra gratidão por todos os que contribuíram para o seu sucesso como desportista. Além disso, o reconhecimento chegava no tempo certo, alega: «Percorri um longo caminho e os resultados são positivos».

Nicolau Centeio

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau