NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Ministro da Agricultura e Ambiente: Barragem de Canto de Cagarra é um passivo ambiental 19 Fevereiro 2018

A barragem de Canto de Cagarra, no vale da Garça, em Santo Antão, constitui um “passivo ambiental” devido ao assoreamento da albufeira com o material proveniente dos desmontes feitos durante a construção da estrada Manta Velha/Chã de Igreja.

Ministro da Agricultura e Ambiente: Barragem de Canto de Cagarra é um passivo ambiental

“A pouca distância entre a base da montanha e a própria barragem não permite a sedimentação do material, antes e isso, faz com que esse material acabe dentro da albufeira da barragem” explicou, segundo a Inforpress, o ministro da Agricultura e Ambiente (MAA), Gilberto Silva, adiantando que o assoreamento da barragem é apenas um primeiro problema porque há outros.

É o caso, por exemplo, do soterramento de um furo de prospecção de águas subterrâneas com capacidade para 150 metros cúbicos (m3) de água diários, que agora vai ser recuperado tendo em conta que essa quantidade não é desprezável, sobretudo, numa altura em que há escassez de água naquele vale.

Por outro lado, “há um problema de permeabilização da albufeira da barragem tendo em conta que toda a água se perdeu, e não se sabe para onde” disse Gilberto Silva apontando um quarto problema que tem a ver com o facto de o tubo de descarga da barragem estar soterrado.

“A barragem é uma obra perdida” disse o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Orlando Delgado fazendo notar que “a barragem não tem ‘uma gota’ de água e não se utilizou ‘uma gota’ da água armazenada” porque o sistema de adução foi destruída e também não se pensou na parte logística, já que “não tem energia” que permitisse a bombagem para a utilização dessa água.

Segundo Orlando Delgado “mais de 40 por cento (%) da capacidade de armazenamento da barragem está perdida devido ao assoreamento” e, dianta o autarca, “fazer investimentos avultados para a sua recuperação é gastar recursos de todos”, razão por que recomenda uma avaliação feita por técnicos com capacidade nessa área com vista à tomada da melhor decisão.

Orlando Delgado disse encarar a situação dessa barragem “com muita tristeza” porque foi uma obra que criou muita espectativa que se “gorou” com a situação actual.

Essas declarações foram prestadas durante a deslocação efectuada à barragem de Canto de Cagarra, no âmbito da visita efectuada à ilha de Santo Antão pelo ministro da Indústria, Comércio e Energia, Alexandre Monteiro, e pelo ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, durante a qual, a qualidade e a certificação do grogue marcaram o encontro que aqueles governantes mantiveram, este sábado, com os agricultores e produtores da ilha de Santo Antão. Fonte: Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau