ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas recebe Secretária de Estado da Cultura de Angola 25 Janeiro 2018

O Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, recebeu a Secretária de Estado da Cultura em Angola, Maria Piedade de Jesus, que está de visita a Cabo Verde no quadro do reforço das relações de amizade e cooperação entre Angola e Cabo Verde.

Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas recebe Secretária de Estado da Cultura de Angola

Angola quer conhecer a experiência de Cabo Verde relativamente a vários dossiers, nomeadamente o património, a música, a literatura, o artesanato, carnaval, a planificação, bem como as políticas e opções estratégicas direcionadas para o setor da cultura no país. A Secretária de Estado da Cultura em Angola veio também trazer os cumprimentos da Ministra da Cultura do seu país ao seu homólogo cabo-verdiano.

“Fizemos uma explanação daquilo que tem sido a política de Cabo Verde no setor da cultura. Foi uma reunião de saudações e também de partilha de experiências que este ano creio que irá ser consolidada, inclusive espero com a primeira visita oficial da Ministra da Cultura”.

A Secretária de Estado da Cultura de Angola integra uma Delegação Governamental Multissectorial, chefiada pela Secretária de Estado para a Família e Promoção da Mulher, Ruth Madalena Mixingue, que está de visita a Cabo Verde até o dia 28 de janeiro.

Nesta audiência com o MCIC, Maria Piedade de Jesus disse que com a visita da delegação angolana a Cabo Verde, com uma agenda direcionada para o Ministério da Família e Inclusão Social, que também tutela a educação, achou por bem também integrar o grupo “uma vez que a cultura tem tudo a ver com a educação”. “Queremos absorver a experiência de Cabo Verde no setor da cultura, património, sobre os trabalhos (efetuados) no âmbito da candidatura a património imaterial mundial, candidaturas de monumentos e sítios, conhecer como é feito o plano para o setor, o carnaval”.

Angola quer assim colher a experiência de Cabo Verde, país que viu Cidade Velha elevada a Património Mundial da Humanidade pela UNESCO em 2009, a inventariação para a classificação de patrimónios imateriais do país, legislação da lei dos direitos de autor, assim como toda a planificação nas diversas áreas que estão sob a tutela do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas e ainda a planificação para cada uma das áreas.

“Vamos visitar a Cidade Velha para ver como funciona a gestão participativa do sítio, falar sobre o património imaterial para ver como estão a fazer a inventariação, porque Angola é rico em património imaterial, ver como trabalham no nível da literatura e como estão a trabalhar no Plano Nacional de Leitura”, explicou ainda a Secretária de Estado da Cultura de Angola.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau