LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Moçambique: Detenções no caso de corrupção Embraer 07 Dezembro 2017

Um ex-ministro dos Transportes e Comunicações e dois altos gestores foram detidos nesta quarta-feira,06, em Maputo. Eles estariam envolvidos num caso de corrupção no processo de compra de aviões Embraer do Brasil.

Moçambique: Detenções no caso de corrupção Embraer

São eles, Paulo Zucula, o ex-ministro, José Viegas, ex-presidente da LAM, Linhas Aéreas de Moçambique, e Mateus Zimba, ex-gestor sénior da Sasol Pretroleum Temane.

De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), foram detidos por envolvimento em ilegalidades na compra de aviões, que envolvem a empresa brasileira Embraer.

As investigações decorreram em articulação com as autoridades brasileiras e diferentes crimes estão sob suspeita, diz a PGR em comunicado.

Arguidos serão ouvidos pela Justiça

Por um lado, há indícios de "uso indevido de fundos públicos no processo da compra, venda e aluguer de duas aeronaves Bombardier Dash 8 Series Q400, pela empresa Linhas Aéreas de Moçambique".

Por outro, de acordo com informação e documentação colhida em sintonia com o Ministério Público Federal Brasileiro, "alguns funcionários e agentes do Estado moçambicano terão recebido suborno, no processo de aquisição, pela LAM, de duas aeronaves Embraer 190 entre os anos de 2008 e 2009".

Os arguidos serão apresentados à autoridade judicial para primeiro interrogatório, refere-se ainda no comunicado.

A LAM vive uma grave crise financeira, opera com uma frota de aviões limitada e é acusada de prestar um mau serviço. Encontrar uma solução para a empresa tem sido uma dor de cabeça para o Governo. C/ DW-África

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau