POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

MpD pede desculpas aos bravenses e garante: Governo vai implementar soluções de emergência para a ilha 15 Setembro 2017

O Movimento para Democracia (MPD) manifestou-se total confiança de que o Governo implementará soluções de emergência com a disponibilização de barcos para a Brava. A garantia foi dada, esta quinta-feira, 14, na Praia, durante uma conferência de imprensa realizado pelo Secretário-geral Adjunto do partido. Carlos Monteiro aproveitou a ocasião para pedir desculpas aos bravenses perante os transtornos causados com a falta da ligação marítima de e para ilha, ao mesmo tempo que afirma congratular-se «com mais liberdade de manifestação dos cidadãos», agendada para esta sexta-feira,15, na Ilha das Flores.

MpD pede desculpas aos bravenses e garante: Governo vai implementar soluções de emergência para a ilha

O Movimento para a Democracia (no poder) convocou este colectivo da imprensa porque, segundo alegou, tomou o conhecimento de que um grupo de cidadãos, da ilha Brava, convocou, a partir das redes sociais e outros meios, os bravenses para uma manifestação pública, esta sexta-feira, 15, para protestar a sua indignação pelo isolamento da ilha.

Referindo-se à iniciativa em si, o MpD diz congratular-se com o facto de, decorridos 15 anos de silêncio total relativo a manifestações durante os mandatos do PAICV, actualmente, com o Governo do MpD, os cidadãos tem maior liberdade e manifestam-se livremente. “É sinal de revitalização da liberdade”, afirma Carlos Monteiro.

Para a mesma fonte, o PAICV é o principal instigador das últimas manifestações tidas no país, sobretudo, para com a ilha Brava. Fundamenta que o seu Governo teve grandes responsabilidades para como a iha de Eugénio Tavares, em cita os casos do isolamento da ilha durante longos 15 anos, do relacionamento hostil com as câmaras municipais e da falta de prioridade para o desenvolvimento local e regional.

Contudo, o MpD, que suporta o actual Governo de Ulisses Correia e Silva, pede desculpas pelos transtornos que os bravenses estão a sofrer nos últimos dias com essa situação de isolamento da ilha, realçando que esta é uma postura e uma atitude que o PAICV e o seu Governo nunca tiveram para com os bravenses ou para com os cabo-verdianos.

O Secretário-feral Adjunto do MpD diz-se convicto que o Governo implementará soluções de emergência para a disponibilização de barcos para a Brava. Aliás, fazendo fé nas informações avançadas pelo líder do MpD, no final desta sexta-feira, o navio Praia d` Aguada fará uma viagem no percurso Praia-Fogo-Brava.

Carlos Monteiro diz-se confiante de que o Governo está a trabalhar para que, no próximo ano, haja uma solução estruturante para o transporte marítimo inter- ilhas. Esta solução, conforme anuncia, irá constar de forma muito concreta no Orçamento do Estado de 2018, a ser agora apresentado em Outubro no parlamento nacional.

Para concluir, Carlos Monteiro afirma que “contrariamente ao Governo anterior, há hoje, uma maior atenção para com a ilha Brava. Há mais recursos disponibilizados - caso da discriminação positiva inscrita do Orçamento do Estado - com 56 mil contos do Fundo do Turismo e 33 mil contos do Fundo do Ambiente, destinados a investimentos na ilha, bem como 100 mil contos para a requalificação urbana de Nova Sintra, programados para o período 2017/2021”.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau