POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Ocupação do Ilhéu de Santa Maria: Edil da Praia desafia Governo a exercer autoridade do Estado e libertar o espaço 06 Agosto 2015

O presidente da Câmara Municipal da Praia considerou sem fundamento as críticas do grupo“Korrenti di Ativistas”, que se instalou no Ilhéu de Santa Maria na cidade da Praia para impedir a construção do investimento turístico Cape Verde Resort & Casino previsto para a orla marítima da Gâmboa, “Djeu” inclusive. Ulisses Correia e Silva desafia o Governo a exercer a autoridade do Estado e a libertar o espaço público e reprova a acção levada a cabo por este movimento de ativistas que ocuparam o ilhéu. Do lado do Governo ainda não houve qualquer reacção.

Ocupação do Ilhéu de Santa Maria: Edil da Praia desafia Governo a exercer autoridade do Estado e libertar o espaço

O Edil da Praia defendeu o investidor David Chow ao argumentar que “não se deve criar um quadro negativista” que visa tão-somente afugentar os investidores. “Não está demonstrado e não há intenção de criar nenhum fenómeno de turismo sexual ou de drogas que possa levar a situações de crimes para o país. Esta é uma percepção criada por esta gente que está a fazer este movimento. Não devemos criar quadros no País que afugentam os investidores”, afirmou, realçando que o grupo nem sequer conhece o projeto.

O presidente da Câmara Municipal fez questão de esclarecer que o seu posicionamento a favor da construção do empreendimento é devido aos ganhos que este projeto pode trazer para a capital e para o país. “Nós sempre nos posicionamos a favor dos investimentos que trazem para Cabo Verde oportunidades de criar riquezas. Não se pode à partida tomar posições que não estão confirmadas nem identificadas”, frisa, acrescentando que este movimento não tem razão de ser.

Orçado em mais de 19 milhões de contos, montante que equivale a 15% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, o empreendimento ocupará o espaço do Ilhéu de Santa Maria, a praia da Gamboa. Prevê ainda uma espécie de ilha artificial a ser construída entre o ilhéu e a praia, onde será erguido o casino. O Ilhéu terá ainda outras infraestruturas como lojas, um centro cultural, um centro de convenção, e até uma igreja católica. O projecto inclui ainda a construção de uma marina campo de ténis, escritórios, estacionamentos, apartamentos. Em suma, este será o maior investimento privado realizado em Cabo Verde.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau