CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Organização internacional está em Santa Luzia para proteger tartarugas marinhas 21 Agosto 2014

Uma equipa da Sea Shepherd, uma organização internacional sem fins lucrativos, está em Santa Luzia a apoiar a ONG Biosfera I na protecção de tartarugas marinhas. Os quatro cientistas vão permanecer no país até ao final do ano.

Organização internacional está em Santa Luzia para proteger tartarugas marinhas

A equipa da Sea Shepherd está em Santa Luzia desde o início de mês. O trabalho de patrulhamento e protecção de tartarugas marinhas está ser feito tanto na ilha como no vizinho ilhéu raso até ao final da época da desova. Os quatro cientistas, de nacionalidade australiana e norte-americana, devem permanecer no nosso país até o mês de Dezembro, dando suporte técnico aos biólogos nacionais.

No último domingo, 17 de Agosto, ancorou na ilha de Santa Luzia o navio patrulha da Sea Shepherd ‘Jairo Mora Sandaval’ para reforçar os trabalhos. A embarcação foi baptizada com esse nome em homenagem a um jovem da Costa Rica que foi morto no ano passado enquanto vigiava as praias do seu país em defesa das tartarugas marinhas.

A Sea Shepherd Conservation Society é uma organização sem fins lucrativos, focada na conservação de seres marinhos, sediada em Friday Harbor, Washington, Estados Unidos da América. O grupo, que nasceu em 1977, usa tácticas de acção directa para proteger a vida marinha.

Refira-se que a ONG Biosfera I já contabilizou este ano 130 ninhos de tartarugas nas duas praias principais: Praia dos Achados e Praia de Francisca. Um número que, segundo a bióloga Patrícia Rocha, é bastante inferior ao registado no mesmo período do ano passado.

Esta diminuição, explica a bióloga, pode estar relacionada com a baixa temperatura da água pelo que o pico de desova este ano deve acontecer no mês de Setembro e não em Agosto, como é habitual.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau