POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

PAICV abre o ano político na Praia: Janira Hopffer Alamada alerta que a desesperança começa a tomar conta dos cabo-verdianos 22 Outubro 2017

A líder do PAICV procedeu hoje, 21, à abertura do novo ano político, num acto que decorreu no Auditório Nacional, na Cidade da Praia, reunindo centenas de militantes, simpatizantes e amigos da bandeira “Strela Negra” das regiões de Santiago Norte e Sul . Janira Hopffer Almada alerta que a situação actual em que vive o país é muito grave, «com a desesperança que já começa a tomar conta dos cabo-verdianos». Avisa que, a partir de agora, « o PAICV tem a moral e a responsabilidade de apresentar aos cabo-verdianos alternativas e fazê-los voltar a acreditar numa governação com seriedade e sentido de estado».

PAICV abre o ano político na Praia:  Janira Hopffer Alamada alerta que  a desesperança  começa a tomar conta dos cabo-verdianos

A cerimónia da abertura da nova temporada política aconteceu com apresentação de músicas e danças tradicionais com grupos de batucadeiras da Região Norte de Santiago, num momento em que estiveram presentes centenas de militantes, simpatizantes e amigos do PAICV de toda a ilha de Santiago.

Apoiada pelo vice-presidente Rui Semedo e pelos presidentes da Comissão Política de Santiago Norte e Sul, Janira Hopffer Almada anuncia que o partido tambarina vai começar este ano político com um «novo fôlego». Apelou à mobilização de todos os militantes e os cabo-verdianos para se tornarem numa frente ampla para lutar contra os desmandos do MpD.

Atendendo a situação crítica por que passa Cabo Verde, a líder do PAICV anunciou ter já elaborado várias propostas alternativas com o propósito de contribuir para a melhoria da actual governação em alguns sectores críticos com a saúde, a educação, os transportes marítimos e aéreos, a segurança interna, a agricultura e pesca, entre outros.

«A situação actual em que vive o país é muito grave e a desesperança já começa a tomar conta dos cabo-verdianos. A partir de agora temos a moral e a responsabilidade de apresentar aos cabo-verdianos alternativas e fazê-los voltar a acreditar numa governação com seriedade e sentido de estado», avisa a liderar da oposição.

Detendo-se ainda sobre a realidade político-social da nação, Janira mostra que o “desencanto” dos cabo-verdianos já é evidente, durante estes 18 meses de governação do MpD. “O povo votou neste partido que está no poder porque acreditou nas desilusões, promessas e políticas demagógicas que lhe foram passadas. Afinal, as famílias cabo-verdianas estão todas desanimadas, as tarifas de água e electricidade aumentaram e não houve aumento de salários aos trabalhadores e nem rendimento para a sobrevivência da população”, aponta.

Diante tudo isto, a presidente do partido da independência apela para uma união de esforços entre os cabo-verdianos para a defesa de interesses de todos e para que o país saia da situação em que se encontra.

“Hoje, o PAICV está cada vez mais forte do que há dois anos e, neste momento, temos o papel de mobilizar todos os militantes do partido e a sociedade, em geral para que possamos garantir uma vida melhor para os cabo-verdianos”, desafia Janira Hopffer Almada.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau