CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Porto Novo: Vales cheques disponíveis para criadores aflitos com demora na chegada da ração 23 Dezembro 2017

Os vales cheques já estão disponíveis para os cerca de duas centenas de criadores de gado no Porto Novo, Santo Antão, que, porém, aguardam ainda pela chegada da tão desejada ração animal, que só acontecerá na próxima semana.

Porto Novo: Vales cheques disponíveis para criadores aflitos com demora na chegada da ração

Conforme o técnico do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), José Salão, os vales cheques já estão disponíveis, através dos Correios, e informou que foi já contratada uma empresa, sediada em São Vicente, que vai disponibilizar a ração aos criadores de gado.

A ração deveria chegar esta sexta-feira a Santo Antão, mas tal não se verificou, por razões que se desconhecem, segundo esse técnico, que integra a comissão responsável pela emissão dos vales cheques, acreditando que o alimento para o gado estará a ser comercializado, já no início da próxima semana, no Porto Novo.

A bancada do Partido Africano da Independência de Cabo Vede (PAICV, oposição), na Assembleia Municipal do Porto Novo, aproveitou a sessão desta sexta-feira para alertar para a “situação extremamente difícil” em se encontram os criadores de gado, “aflitos com a demora na chegada do tão prometida ração”, pelo Governo.

Numa declaração política, o líder da bancada do PAICV (oposição), João Fonseca, disse que as medidas anunciadas pelo Governo tardam a chegar aos criadores, que continuam a vender, ao desbarato, os seus animais, por dificuldades na aquisição da ração.

José Salomão, enquanto, também, deputado municipal “independente” aproveitou a sessão da AM para informar que as condições estão criadas para que os criadores comecem, a qualquer momento, a adquirir a ração a um custo baixo (redução de 20%), no quadro do plano de emergência de salvamento o gado e de mitigação da seca.

“Os vales cheques já estão disponíveis nos Correios e foi já contratada a empresa que vai fornecer a ração aos criadores”, avançou José Salomão.

Ao todo, são quase 80 mil contos que o Governo, no quadro do programa de imergência de salvamento do gado e de mitigação da seca, coloca à disposição do município do Porto Novo.

Essa verba ficou, entretanto, muito aquém daquela que se previa, inicialmente, pelas autoridades locais, na ordem dos 192 mil contos, para o concelho do Porto Novo.

No âmbito desse plano, a câmara municipal vai receber 28 mil contos para, sobretudo, criar empregos, e os outros 52 mil contos, que serão geridos pelo MAA, destinar-se-ão ao salvamento do efectivo pecuário (20 mil contos) e à mobilização de água (31 mil contos).

Este ministério vai ainda disponibilizar um camião auto-tanque para o reforço de abastecimento de água aos criadores. Fonte: Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau