LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Portugal: GNR deteve 17 pessoas que desmantelavam e enviavam carros para África 08 Novembro 2017

A Guarda Nacional Republicana (GNR) de Portugal deteve 17 pessoas por suspeitas de ligação a uma rede internacional de furto, desmantelamento e envio de veículos para o continente africano - Cabo Verde terá funcionado como um dos destinos - a qual operava, sobretudo, na zona da grande Lisboa, anunciou, esta terça-feira, a força de segurança.

Portugal: GNR deteve 17 pessoas que desmantelavam e enviavam carros para África

A GNR explica, em comunicado citado pela A Bola, que a operação ‘African Car’, realizada na segunda-feira pelo comando territorial de Lisboa, através do destacamento de Sintra, «foi o culminar de uma investigação de sete meses, que visava a prática do crime de furto qualificado de mais de 40 veículos ligeiros de mercadorias e ligeiros mistos».

Os militares da GNR efetuaram 15 buscas domiciliárias, 16 não domiciliárias (cafés, lojas de peças, bares, oficinas, sucateiras) e cumpriram 21 mandados de busca a veículos, resultando nas 17 detenções, 14 das quais por furto qualificado, duas por permanência ilegal no território nacional e uma por posse de arma proibida. Consta que parte das peças terão chegado Cabo Verde através de contentores.

Segundo a mesma fonte, os 17 detidos, a maioria com cadastro, relacionado com o mesmo tipo de crime, começaram esta terça-feira a ser presentes ao Tribunal da Comarca de Lisboa Oeste - Sintra, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das respetivas medidas de coação.

A ‘African Car’ envolveu 320 militares e civis, contando com o apoio da Polícia de Segurança Pública, Autoridade Tributária, Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, Autoridade para as Condições do Trabalho e do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal.

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau