NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Praias do Tarrafal ficam sem nadador-salvador 12 Outubro 2015

As praias do Tarrafal, Santiago, estão sem nadadores-salvadores desde o início deste mês, com o fim do contrato de um grupo de salva-vidas que garantiram a segurança dos banhistas durante a época estival. O vereador responsável pela Protecção Civil no concelho, Inácio Borges, explica que a autarquia não tem recursos e que cabe à Agência Marítima e Portuária garantir esse serviço durante o ano inteiro.

Praias do Tarrafal ficam sem nadador-salvador

Os 15 nadadores-salvadores destacados para garantir a segurança nas estâncias balneares, durante a época mais quente do ano, terminaram o contrato em Setembro. Com isso, as praias do Tarrafal - as mais procuradas da ilha-maior - ficam descobertas.

Confrontado com os factos, o responsável pelos Bombeiros Municipais, José Arnaldo Rocha Évora, não tem dúvida de que os salva-vidas devem estar em permanência nas praias que são procuradas durante todo o ano. Mas remeteu-nos aos responsáveis municipais e nacionais a quem cabe a contratação de nadadores-salvadores, por forma a preservar a segurança dos banhistas.

Por sua vez, o responsável pela Protecção Civil da Câmara Municipal, o vereador Inácio Borges, explicou que a autarquia não tem recursos para contratar nadadores-salvadores para todo o ano. Segundo ele, a Câmara Municipal do Tarrafal tem assumido o compromisso de garantir esse serviço durante a época mais quente devido à grande afluência às zonas balneares.

Feita a sua parte, o vereador faz questão de lembrar que a Agência Marítima e Portuária é a entidade responsável pela segurança no espaço marítimo e, logo, cabe a essa entidade contratar salva-vidas para a salvaguarda da vida humana nas praias do país.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau