ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Preços dos produtos importados baixaram em Agosto 23 Setembro 2015

Os preços dos produtos importados diminuíram 1,4% em Agosto, valor inferior em 2,4 pontos percentuais (p.p.) face ao mês anterior, enquanto que os dos exportados fixaram-se em -4,1%, aumentando 0,3 pontos percentuais (p.p.). Já a taxa de variação mensal registada pelo Índice de Termos de Troca foi de -2,7%, valor superior em 2,6 p.p face a Julho.

Preços dos produtos importados baixaram em Agosto

O levantamento feito pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) mostra que, por sector económico, todas as categorias contribuíram para a descida dos preços dos produtos importados. Os bens de consumo reduziram 1%, uma descida que se justifica com a diminuição nos preços dos “semiduradouros (-25,5%) e “não duradouros” (-21,5%). Os intermédios caíram -2,7% devido à baixa de preço dos produtos transformados para construção (-2,9%) e alimentares (-5,8%). Já os bens de capital reduziram 4,7% por causa da baixa no preço dos automóveis para uso particular (-13%) e dos combustíveis (-0,7%).

Por secções, registam-se diminuições de preço nos produtos minerais (-1,6%), indústrias químicas ou conexas (-16,6%) e máquinas e aparelhos, e material eléctrico (-5,2%). Mas os aumentos de preço de maior relevância foram observados nos animais vivos e derivados (4,4%), produtos do reino vegetal (2,7%), plástico e suas obras, borrachas e suas obras (14,0%). Esses aumentos contribuíram para atenuar a evolução negativa do Índice Global da importação. Com isso, a variação homóloga do índice de preços da importação diminui 16,5%.

Relativamente ao índice de preço das exportações situou-se em 71,5, correspondendo a um decréscimo de 4,1% face ao mês anterior. O índice subjacente caiu 4,8% face ao mês anterior, enquanto que o volátil aumentou 12,9% face ao mês de Julho. Com isso, a taxa de variação homóloga das exportações situou-se em -18,8%. Durante o período em análise, verificou-se uma deterioração nos índices em termos de troca, com uma diminuição global de 2,7%, comparativamente a Julho.

O INE revela que, entre Janeiro e Abril, se registou uma tendência para a melhoria do ITT (Índice em Termos de Troca), exceptuando o mês de Fevereiro. Já em Maio deteriorou-se: apresentou uma taxa de variação homóloga de -2,6%. “A queda do ITT é explicada pela descida dos preços dos produtos exportados (-18,8%), apenas amenizada pela descida dos importados (-16,5%)”, lê-se.

O índice de Preços no Comércio Externo (ICE), refira-se, é um indicador que visa obter informação mensal sobre a evolução dos preços das trocas comerciais entre Cabo Verde e o resto do mundo. Os dados do próximo ICE serão divulgados em Outubro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau