POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Presidente da Câmara Municipal de São Salvador do Mundo corre o risco de perder o mandato 25 Julho 2017

O presidente da Câmara de São Salvador do Mundo, Ângelo Monteiro Vaz, é acusado pela Procuradoria da Comarca de Santa Catarina de Santiago de dois crimes de desobediência qualificada, por não ter acatado um acórdão do Supremo Tribunal de Justiça que mandou reintegrar dois funcionários daquele município demitidos.

Presidente da Câmara Municipal de São Salvador do Mundo corre o risco de perder o mandato

A história começa logo após à alternância política naquele município do interior de Santiago. Marciano Moreno e Edely Pereira, ambos técnicos superiores, foram demitidos, alegadamente, sem justa causa.

Demissão consumada, os dois funcionários apresentaram queixa diretamente no Supremo Tribunal da Justiça que mandou reintegrar esses funcionários quadros da autarquia. Ordem que o edil de São Salvador do Mundo, Ângelo Vaz, não terá acatado. Enquanto esperam ser reintegrados, Marciano Moreno e Edely Pereira dizem passar momentos difíceis.

Segundo um despacho da Procuradoria da República da Comarca de Santa Catarina, a que a RCV teve acesso, Ângelo Vaz incorre em pena de prisão, multa e perda de mandato, por não ter reintegrado os dois funcionários conforme a decisão do Supremo.

Confrontado com a situação, o autarca de São Salvador do Mundo escusou-se a tecer quaisquer considerações, alegando que “os assuntos de Justiça devem ser tratados na Justiça”. Fonte: RCV

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau