POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Presidente do PAICV promete assumir cargo de vice-presidente da Internacional Socialista “com responsabilidade” 19 Julho 2017

A presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, manifestou hoje (18) “satisfação” com a sua eleição para a vice-presidência da Internacional Socialista, que aconteceu na reunião do Conselho da Internacional Socialista em Nova Iorque.

Presidente do PAICV  promete assumir cargo de vice-presidente da Internacional Socialista “com responsabilidade”

Janira Hopffer Almada, que falava à imprensa, considerou a eleição de “prestigiante” para Cabo Verde e para o PAICV, que já desempenhou funções a nível mundial, e que figura entre quatro outros vice-presidentes escolhidos no encontro de Nova Iorque.

“Recebi a notícia com muita satisfação, mas também com grande espírito de responsabilidade para tentar fazer o melhor possível para dignificar esta eleição”, disse quem almeja ser uma voz na defesa da política para a promoção do desenvolvimento social económico.

O importante, sublinhou, é que a Internacional Socialista é uma “grande organização” que integra cerca de 150 partidos, de mais de cem países, de todos os continentes.

A perspectiva do PAICV, reforçou, é de contribuir para um mundo melhor.
Questionada sobre a posição do PAICV quanto aos novos pilares acrescentados na parceria especial Cabo Verde/União Europeia, Janira Hopffer Almada avançou que o seu partido sempre defendeu o reforço das relações com a UE.

Ainda no que respeita à situação de “conflito” que se vive na Região Santiago Sul do seu partido, Janira Hopffer Almada lembrou que o PAICV é constituído por 10 regiões e vários sectores na diáspora e que apenas uma esta vivendo “momentos de discórdia”.

“O PAICV tem todos os instrumentos para dirimir os eventuais conflitos, aplicando as normas estatutárias. O meu foco, neste momento, é no fortalecimento do partido para que possamos ter uma oposição forte”, esclareceu.

No entender da presidente do PAICV, o seu foco é acompanhar a evolução política do país e a forma como o governo vem gerindo, denunciando erros e apresentando ideias para mudança, pois, existem sinais claros de fragilidade da democracia no país.

Convidada a revelar sobre a posição do PAICV quanto ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, Janira Hopffer Almada defendeu que os políticos “não devem tratar com ligeireza” nenhuma questão que interessa aos cabo-verdianos, uma vez que todos os temas que sejam de interesse da sociedade devem ser objecto de debate.

Assim, manifestou a abertura do PAICV em debater qualquer tema que se refere aos direitos, liberdade e garantia dos cidadãos. Fonte: Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau