SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Professores do IUE revoltados com salários em atraso 12 Janeiro 2017

Um grupo de professores afectos ao Instituto Universitário de Educação (IUE), que trabalha em regime de acumulação, diz estar revoltado por não ter recebido o seu salário há mais de um ano. Entretanto, fontes deste estabelecimento de ensino superior garantem que a direcção está a procurar vias para pôr cobro à situação e regularizar as dívidas para com os visados.

Professores do IUE revoltados com salários em atraso

Conforme estes professores, não têm recebido o seu salário desde Novembro do ano transacto, altura em que assinaram o contrato com a instituição. “Nós trabalhamos em função daquilo que foi acordado e temos desempenhado as nossas funções de acordo com o exigido, nomeadamente o registo diário dos sumários e seu desenvolvimento, avaliações, mas ninguém se preocupa em pagar o nosso salário atrasado. Aliás, muitos dos nossos colegas passam por sérias dificuldades económicas e familiares porque não têm outra fonte de rendimento”, revela um docente que preferiu anonimato.

Cansados de bater às portas da identidade responsável pelo IUE, mesmo assim estes docentes dizem-se empenhados no cumprimento das suas actividades laborais. “Estamos desesperados e já fartamos de contactar a direcção sobre os nossos problemas. Sempre nos dizem estão á espera do Orçamento Geral do Estado (OGE) para resolver o problema, mas pelo que soubemos, através do Boletim Oficial, o IUE deve assumir todas as suas responsabilidades que dizem respeito ao seu orçamento próprio”, revelam.

Este diário digital soube junto de uma fonte próxima da direcção que as dívidas para com os professores contratados, em regime de acumulação de funções, foram herdadas da ex-Comissão Instaladora do Instituto. “Temos uma dívida herdada de mais de 25 mil contos, desde o ano lectivo 2010/2011. Por conseguinte, estamos a envidar esforços para resolver o problema dos salários em atraso definitivamente”, afirma a mesma fonte.

O Asemanaonline promete, no entanto, retomar esta matéria, havendo reacções da actual e ex-direcção do IUE, com as quais foi impossível de chegar à fala.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau