REGISTOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Sal: Médicos solidários realizaram 40 cirurgias gratuitas em cinco dias 01 Novembro 2013

Os médicos solidários, que estiveram no Sal no âmbito projecto de voluntariado da Associação Africa Avanza, realizaram 40 cirurgias em cinco dias. Esta é a quarta vez que uma equipa de especialistas de saúde espanhóis presta serviço voluntário no Hospital Policlínico do Sal.

Sal: Médicos solidários realizaram 40 cirurgias gratuitas em cinco dias

O programa médico solidário da Africa Avanza terminou nesta terça-feira. Foram realizadas operações de colecistectomia, histerectotomia, perioneplastia, miomectomia - pela primeira vez efectuadas no bloco cirúrgico local -, entre cirurgias de herniomatias, hemorroidectomia e exerese quistos e lipomas.

Segundo o relatório da Associação Africa Avanza, das 40 operações realizadas durante os cinco dias, 10 são grandes cirurgias, entre elas, três retiradas de cálculos biliares (Pedras na Vesícula) e tratamento de uma apendicite. As restantes 30 são intervenções de vinte de média e pequena importância.

Esta é a quarta vez num só ano que os médicos solidários vêm à ilha do Sal para prestar apoio ao Hospital do Sal e toda a comunidade salense. O objectivo é que a cada ano haja quatro visitas. Este ano a equipa foi formada por dois cirurgiões, um ginecologista, um anestesista e uma oftalmologista.

“Esta é a nossa última visita de 2013, mas para o ano haverá mais quatro. Queremos trazer em 2014 novas especialidades, mas vai depender de meios cá existentes. Entretanto, vamos buscar mais apoios com laboratórios, clínicas e hospitais no sentido de doarem equipamentos”, disse Iñaki Gascon, um dos membros da Associação.

De acordo com Iñaki Gascon, os médicos regressaram com sentimento de dever cumprido e com vontade de voltar: “veja que em cinco dias conseguimos baixar consideravelmente o número de doentes no Sal. Evitamos que muitas pessoas se deslocassem a outras ilhas para fazer cirurgias longe dos familiares. Para um médico é sempre satisfatório ajudar”.

A Associação África Avanza também esteve na Associação Chã de Matias atendendo crianças na área de Oftalmologia. Defeitos de graduação, miopia e upermetropia são os casos mais detectados. As crianças, que apresentarem alguma complicação na visão, foram encaminhadas para o Hospital onde receberam um outro seguimento.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau