CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Santa Catarina: Edilidade vai investir 2.200 contos para solucionar a situação de cães vadios 18 Agosto 2017

A Câmara Municipal de Santa Catarina de Santiago vai investir, este ano, cerca de 2.200 contos para pôr cobro à situação de cães vadios que deambulam pelas ruas da cidade de Assomada e que têm causado alguns distúrbios no mesmo urbe.

Santa Catarina: Edilidade vai investir 2.200 contos para solucionar a situação de cães vadios

Esta informação foi avançada hoje à Inforpress, pelo vereador do pelouro Ambiente e Saneamento, Vladimir Brito, que considerou que já não dá para fechar os olhos a este problema, porque em toda parte da cidade é “bem visível cães ao redor dos contentores e em frente às instituições.

Tendo em conta que esta situação “tem tirado o sono” aos munícipes e às autoridades, o politico informou que a edilidade está a preparar um plano de acção que deverá ser executado ainda este mês, e que visa sensibilizar os munícipes para retirarem os seus cães da rua e dar tratamento aos restantes que não têm dono.

“Vamos fazer recolha e depois os que estão num estado de saúde débil vamos separar dos outros e, juntamente com a estrutura de saúde vamos decidir que destino lhes dar. Pretendemos criar uma estrutura, não propriamente um canil, para colocar esses cães, em que as pessoas que estão interessadas podem levar esses cães para casa”, disse o vereador citada pela agência cabo-verdiana de Notícias.

De acordo com este responsável, para este ano a edilidade contemplou no seu orçamento uma rubrica de 2.200 contos para dar tratamento aos cães vadios e para criar um espaço para colocar esses cães que estão a pôr em causa o saneamento e a saúde pública na cidade do Planalto.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau