SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

São Vicente: 1.157 quilogramas de cocaína apreendidos e três brasileiros e um francês detidos 25 Agosto 2017

Quatro homens detidos nas instalações da Polícia Judiciária (PJ) e 1.157 quilogramas de cocaína apreendidos é o resultado de uma operação da polícia científica num iate interceptado ao final de quarta-feira na Marina do Mindelo.

São Vicente: 1.157 quilogramas de cocaína apreendidos e três brasileiros e um francês detidos

A operação arrastou-se até ao fim da tarde de hoje e os três cidadãos brasileiros e um francês passam a noite nas instalações da PJ, no Mindelo, para serem entregues na quinta-feira ao Ministério Público.

Estas informações são ainda escassas, mas seguras, sendo que a fonte é a própria inspectora da PJ, Jaqueline Semedo, que coordenou a operação.

A PJ ficou de remeter à Inforpress, ainda hoje, um comunicado com todos os pormenores da operação, porém, atendendo a que a pesagem da droga só terminou por volta das 18:30, é bem provável que toda a informação não chegue ainda hoje às redacções.

O iate que transportou a cocaína foi ainda na quarta-feira levado da Marina do Mindelo para o cais internacional, onde se encontra atracado e onde foi possível evitar ajuntamento de curiosos.

A operação decorreu sob fortes medidas de segurança, uma acção que envolveu, além da Polícia Judiciária, elementos da Polícia Nacional e do Exército.

Por outro lado, na tarde de quarta-feira, 23, o Tribunal da Comarca de São Vicente enviou para a Cadeia Central da Ribeirinha um cidadão sueco de 67 anos que a PJ prendeu na segunda-feira, 21, no aeroporto de São Vicente, na posse de cinco quilogramas de cocaína.

A prisão preventiva foi decretada depois de um juiz ouvir o homem na condição de arguido detido, que agora irá aguardar pelos trâmites ulteriores do processo na Cadeia Central da Ribeirinha.

Em comunicado divulgado no Mindelo, a Polícia Judiciária (PJ) havia informado que o homem viajou num voo da TAP proveniente do Brasil e com escala em Lisboa (Portugal).

A polícia científica indicou no comunicado que a droga, “de elevada pureza”, vinha disfarçada em pequenas embalagens para produtos de beleza.

Esta é a quarta detenção de cidadãos estrangeiros que a Judiciária faz em São Vicente entre Junho de 2016 e Agosto de 2017.

Em Julho, a PJ procedeu à queima, na Cidade da Praia, de cerca de 30 quilos de cocaína e quase três mil quilos de cannabis, que se encontravam depositados no cofre-forte da polícia científica.

Nos últimos anos, a PJ fez grandes apreensões de droga – os 1500 quilos da Lancha Voadora na Cidade da Praia, 521 quilos em São Vicente, e 280 quilos também na Cidade da Praia. Fonte: Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau