ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

São Vicente: Advogado Amadeu Oliveira denuncia “máfia” no sistema judicial e afirma que se entrega à PGR na segunda-feira 20 Outubro 2017

O advogado Amadeu Oliveira denunciou, hoje (19), “máfia instalada no sistema judicial”, acusou juízes do STJ de “introduzir falsidades em processos para pôr inocentes na cadeia e favorecer criminosos” e garantiu que se entrega à Procuradoria-Geral da República na segunda-feira.

São Vicente: Advogado Amadeu Oliveira denuncia “máfia” no sistema judicial e afirma que se entrega à PGR na segunda-feira

Em conferência de imprensa hoje de manhã no Mindelo, o advogado santantonense fez-se acompanhar do seu colega Felisberto Vieira Lopes e do ex-candidato a Presidente da República, Joaquim Monteiro, para classificar de “criminoso” meio mundo, a começar pelos juízes Ary Spencer Santos, do tribunal de São Vicente, e Afonso Delgado, de Santo Antão, acusando-os de “falta de condições técnicas e humanas para o exercício da profissão”.

Mas Amadeu Oliveira acusou também os juízes do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) Benfeito Ramos, Sara Boal e Fátima Coronel de “introduzir falsidades em processos para mandar para a cadeia inocentes e favorecer criminosos”.

As acusações deste advogado foram todas subscritas por Felisberto Vieira Lopes, que veio expressamente da Cidade da Praia para participar na conferência de imprensa.

O “decano dos advogados” disse estar pronto para morrer sem vencer, mas afirmou acreditar que a gota de água, de tanto cair sobre a pedra, esta um dia pode ficar furada.

Vieira Lopes disse que a justiça em Cabo Verde é uma “vergonha, pior que na Coreia do Norte ou na Rússia, onde não se pode dizer a verdade”.

“Eu enfrentei a PIDE para que Cabo Verde fosse livre”, observou o advogado, garantindo que irá continuar a enfrentar esta “corja” que já “dissipou” milhões de dólares de ajuda internacional para “copiar mal leis e ganhar muito dinheiro”.

Amadeu Oliveira indicou que se o sistema de justiça funcionar, designadamente o Supremo Tribunal de Justiça e a Procuradoria-Geral da República, ou vai ele para a cadeia ou vai meia-dúzia de juízes a quem ele trata de criminosos.

O advogado acusou ainda a bastonária da Ordem dos Advogados de dar instruções ao juiz Ary Santos para lhe recusar processos já entrados no tribunal de São Vicente com o argumento de que Amadeu Oliveira não tem quotas em dia, mas tanto este quanto Vieira Lopes recusam este fundamento, adiantando que “nenhum advogado é obrigado a inscrever-se na ordem”.

As denúncias que Amadeu fez hoje já os tinha feito no dia 12 deste mês, num programa da Televisão de Cabo Verde, só que então não avançou com nomes. Fonte: Inforpess

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau