POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

São Vicente: Augusto Neves acusa líder da UCID de “usar sofrimento” das pessoas para fazer política 03 Outubro 2017

O presidente da Câmara Municipal de São Vicente acusou hoje,02, o líder da UCID, António Monteiro, de “aproveitar a situação de pobreza” das famílias para fazer política, uma “autêntica vergonha e desrespeito” para com os que mais precisam.

São Vicente: Augusto Neves acusa líder da UCID de “usar sofrimento” das pessoas para fazer política

Segundo a inforpress, Augusto Neves, em conferência de imprensa, na manhã de hoje nos Paços do Concelho, reagia, assim, ao facto de o presidente da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID, oposição) ter levado a comunicação social a uma habitação degradada de Cabouco Vermelho (Monte Sossego), na quinta-feira, 28, para dali pedir à câmara e ao Governo “um pingo” de sentimento para com “1250 famílias” que vivem “sem casa ou quase sem ela”.

“António Monteiro já se habituou a usar o sofrimento das pessoas para a caça aos votos e aparecer na comunicação social”, atirou Augusto Neves, para quem “fazer demagogia política” aproveitando-se das fragilidades das pessoas é “no mínimo criminoso e pernicioso”, refere a mesma fonte.

“António Monteiro e a UCID estiveram na câmara durante três mandatos, 12 anos, ele é deputado da Nação há vários anos e nunca fez nada por esta ilha”, acusou o autarca citada pela Inforpress, para quem Monteiro está “totalmente perdido no tempo” pois, sintetizou, as campanhas eleitorais só terão lugar em 2020/2021 e como “costuma concorrer a tudo” parece “estar com pressa”.

O presidente da Câmara de São Vicente aproveitou a ocasião para esclarecer que só no Verão passado a autarquia beneficiou 121 famílias no programa “Jdóp compô bô casa” (Ajudamos a melhorar a tua habitação) e que o Governo ajudou a edilidade no apoio a mais 90 famílias.

Conforme a agência cabo-verdiana de noticias, a nível de habitação social, a mesma fonte informou que a câmara já ultrapassou as 200 casas nos dois últimos mandatos, em “quase todos os bairros” da ilha, e que o Governo “já disponibilizou” 80 habitações do projecto Casa para Todos para distribuir às famílias.

Para além disso, o Edil de S.Vicente anunciou que, com o financiamento do governo chinês, a Câmara Municipal irá construir 84 casas na Ribeira de Craquinha para pessoas que habitam em casas de lata.

“Esta é uma câmara que trabalha para melhorar a qualidade de vida dos seus munícipes, que não faz política quando sabe que se trata de um assunto difícil, a pobreza das pessoas”, sintetizou o autarca, que promete continuar a trabalhar ”arduamente para melhorar” as condições e a situação em que vivem muitas famílias sanvicentinas, conclui a fonte que vimos referindo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau