Social

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

São Vicente: PJ mantém em curso operação de busca e apreensão de droga em iate no Porto Grande. Suspeitas de mais de 500 quilos de cocaína apreendidos 24 Agosto 2017

A Polícia Judiciária (PJ), em São Vicente, continua, na manhã de hoje, à procura de mais droga num iate interceptado na Marina do Mindelo, numa operação que se iniciou na quarta-feira, 23, com a chegada da embarcação. Segundo avançou a RTC, foram já apreendidos mais de 500 quilos de cocaína nesse iate.

São Vicente: PJ mantém em curso operação de busca e apreensão de droga em iate no Porto Grande. Suspeitas de mais de 500 quilos de cocaína apreendidos

São Vicente: PJ mantém em curso operação de busca e apreensão de droga em iate no Porto Grande. Suspeitas de mais de 500 quilos de cocaína aprendidas

A Polícia Judiciária (PJ), em São Vicente, continua, na manhã de hoje, à procura de mais droga num iate interceptado na Marina do Mindelo, numa operação que se iniciou na quarta-feira, 23, com a chegada da embarcação. Segundo avançou a RTC, foram já apreendidos mais de 500 quilos de cocaína nesse iate.

Mas fonte da PJ informou à Inforpress, no Mindelo, na manhã de hoje, que nem a quantidade já apreendida, tão pouco a nacionalidade dos detidos e o pavilhão do iate podem ser divulgados “pela simples razão” de a operação continuar em curso.

A mesma fonte explicou que as diligências da PJ iniciaram-se ainda na Marina do Mindelo, onde o iate aportou na quarta-feira, mas que logo de seguida a embarcação foi deslocada para um dos molhes do cais acostável do Porto Grande, onde ainda decorrem as investigações sob fortes medidas de segurança.

A qualquer momento, ainda hoje, indicou a mesma fonte, a PJ deve convocar a imprensa para mais informações sobre o caso, sendo certo, indicou, que a operação contou com a colaboração de polícias congéneres de outros países.

A notícia foi veiculada na noite de quarta-feira pela RCV, que dava conta da apreensão de “mais de 500 quilogramas de cocaína” à bordo de iate na ilha de São Vicente operação na qual a PJ teria detido quatro indivíduos.

A mesma fonte indicava ainda que a embarcação era proveniente do Brasil e que esta não seria a primeira vez que aportava a Marina do Mindelo.

Por outro lado, na tarde de quarta-feira, 23, o Tribunal da Comarca de São Vicente enviou para a Cadeia Central da Ribeirinha um cidadão sueco de 67 anos que a PJ prendeu na segunda-feira, 21, no aeroporto de São Vicente, na posse de cinco quilogramas de cocaína.

A prisão preventiva foi decretada depois de um juiz ouvir o homem na condição de arguido detido, que agora irá aguardar pelos trâmites ulteriores do processo na Cadeia Central da Ribeirinha.

Em comunicado divulgado no Mindelo, a Polícia Judiciária (PJ) havia informado que o homem viajou num voo da TAP proveniente do Brasil e com escala em Lisboa (Portugal).

A polícia científica indicou no comunicado que a droga, “de elevada pureza”, vinha disfarçada em pequenas embalagens para produtos de beleza.

Esta é a quarta detenção de cidadãos estrageiros que a Judiciária faz em São Vicente entre Junho de 2016 e Agosto de 2017.

Em Julho, a PJ procedeu à queima, na Cidade da Praia, de cerca de 30 quilos de cocaína e quase três mil quilos de canábis, que se encontravam depositados no cofre-forte da polícia científica.

Nos últimos anos, a PJ fez grandes apreensões de droga – os 1500 quilos da Lancha Voadora na Cidade da Praia, 521 quilos em São Vicente, e 280 quilos também na Cidade da Praia. C/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau