SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

São Vicente: PJ queima os 1157 quilogramas de cocaína apreendidos na “Operação Zorro” 02 Setembro 2017

A Polícia Judiciária (PJ) procedeu, na manhã de hoje, 01, algures no perímetro do Centro de Instrução Militar do Morro Branco, à destruição por queima dos 1157 quilogramas de cocaína apreendidos na “Operação Zorro”, no dia 23 de Agosto. A operação foi comprida sob fortes medidas de segurança.

São Vicente: PJ  queima os 1157 quilogramas de cocaína apreendidos na “Operação Zorro”

A queima das drogas apreendidas recentemente no Mindelo foi cumprida com sucesso, esta sexta-feira, pelas instâncias judiciais de S.Vicente. Segundo descreve a Inforpress, o processo teve início ainda nas instalações da PJ, no Mindelo, com a pesagem da droga na presença de magistrados do Ministério Público e de outros altos responsáveis da polícia científica e de outros serviços.

Salienta que, dali as viaturas que transportavam os 1063 pacotes, de cerca de um quilograma cada, seguiram para o local pré-estabelecido, num percurso de sete minutos, acompanhados por viaturas da Polícia Nacional, dos bombeiros municipais e da comunicação social.

Sempre na presença de jornalistas e três magistrados e sob fortes medidas de segurança, que envolveram, para além da PJ e da Polícia Nacional, elementos das Forças Armadas, procedeu-se nesse local a um teste rápido a alguns pacotes retirados aleatoriamente pelos presentes, jornalistas incluídos, seguindo-se a queima numa espécie de tanque de ferro envolvido com pneus, lenha, gasolina e gasóleo.

Segundo o operacional da PJ que procedia aos testes rápido, pela reacção do produto “está-se na presença de cocaína” com “elevado grau de pureza”.

A queima desenvolveu-se em duas etapas, devido à quantidade da cocaína para destruição e, segundo o director do Departamento do Mindelo da PJ, Anduleto Ribeiro, o processo deve durar cerca de quatro horas.

Normalmente, assinalou, trata-se de um trabalho que é feito com “muito cuidado” para garantir “a segurança e a eficácia” na destruição da droga, daí as fortes medidas de segurança que envolveram o processo.

“A queima significa o cumprimento da lei que diz que cinco dias após a conclusão do relatório de exame é determinada a destruição do produto apreendido”, assinalou Anduleto Ribeiro.

No passado dia 23 de Agosto, na sequência de uma busca efectuada ao veleiro Rich Harvest, de bandeira britânica, que se encontrava atracado na Marina do Mindelo, a PJ, através do Departamento de Investigação Criminal do Mindelo, apreendeu 1157 quilogramas de cocaína.

A droga encontra-se acondicionada em 1063 pacotes e na operação a PJ deteve quatro indivíduos de sexo masculino, com idade compreendida entre os 25 e 49 anos, três dos quais de nacionalidade brasileira e um de nacionalidade francesa, por suspeita da prática de tráfico de estupefacientes.

Presentes ao juiz para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medida de coação, dois dos detidos ficaram a aguardar os trâmites ulteriores do processo em prisão preventiva, ao passo que aos restantes dois foi aplicado termo de identidade e residência. C/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau