SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Criminalidade: Tribunal decreta prisão preventiva de três suspeitos de uma mega rede criminosa de burla em S.Vicente com ramificação em Santiago e no Sal 07 Outubro 2017

O Tribunal da Comarca de São Vicente acaba de decretar, esta quinta-feira, 05, prisão preventiva para três indivíduos tidos como suspeitos de burla em mais de 350 contos. Estes detidos, apanhados em flagrante delito em Monte Sossego, pertencem a uma mega rede criminosa, que se dedica ao crime de “burla das sementes” São alegadamente responsáveis por mais de 32 crimes da mesma natureza, cometidos na ilha do Porto Grande, tendo já lesado as vítimas em mais de 4.500 contos. Os burlões, diz a Policia Judiciaria, são também suspeitos em práticas de crimes do tipo, nas ilhas de Santiago e Sal.

Criminalidade: Tribunal decreta prisão preventiva de três suspeitos de uma mega rede criminosa de  burla em S.Vicente com ramificação em Santiago e no Sal

Todos os três detidos são do sexo masculino e com idade compreendida entre os 28 e 40 anos. Segundo a PJ, foram apanhados em flagrante delito quando se preparavam para burlar mais uma vítima na passada terça-feira, na localidade de Monte Sossego.Dois deles são naturais da ilha de Santiago e o outro da Guiné Conacri.

Conforme a policia cientifica, foi no âmbito da investigação e combate aos crimes de “burla das sementes”, que o Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária de São Vicente, através da Brigada de Investigação dos Crimes Contra Burlas e Falsificações, capturou em flagrante delito estes indivíduos, na posse de 52 contos.

“Nesse mesmo dia, momentos antes este mesmo grupo teria burlado um cidadão nacional no centro da Cidade do Mindelo, em cerca de 300 contos. Todos eles posuem antecedentes criminais da PJ”, informa a nossa fonte.

Conforme anuncia a PJ, estes detidos pertencem a uma rede criminosa que se dedica ao crime de “burla das sementes” e são responsáveis por mais de 32 crimes dessa natureza, cometidos na ilha do Porto Grande, tendo já lesado as vítimas em mais de 4 500 contos. Os mesmos, diz a nossa fonte, são suspeitos em práticas de crimes do tipo, nas ilhas de Santiago e do Sal.

Estes três indivíduos foram apresentados ao Tribunal da Comarca de São Vicente, esta quinta-feira, 05, para o primeiro interrogatório. Como medida de coação, vão aguardar o desenrolar do processo em prisão preventiva na Cadeia Central da Ribeirinha - ficam atrás das grades até o julgamento para o apuramento das responsabilidades criminais.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau