ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

São Vicente está sem rádio e televisão (Actualizada) 03 Agosto 2014

Desde as 13 horas de sábado, São Vicente está sem sinal de rádio. Por volta das 19 horas, as televisões também apagaram-se sem nenhuma explicação. A Cabo Verde Telecom cumpriu finalmente a ameaça e desligou os geradores que alimentam as antenas no Monte Verde.

São Vicente está sem rádio e televisão (Actualizada)

O corte de fornecimento de energia às antenas afecta as transmissões de rádios, televisão nacional bem como os canais portugueses Sport TV, SIC, RTPÁfrica, RTP1 e Panda disponibilizadas pela Câmara Municipal de São Vicente, e condiciona os ligados às antenas parabólicas. Ou seja, São Vicente está sem informação.

Em Abril de 2013, a CVTelecom ameaçou desligar os geradores no Monte Verde. O administrador Eduardo Mendes disse na altura que “com a extensão da fibra óptica a todo o país, Monte Cara (S. Vicente) e Monte Tchota (Praia) perderam importância estratégica” para a empresa.

Por outras palavras, deixou de fazer sentido para a CVTelecom manter a energia ligada 24/24 horas”para outros consumidores”, referindo-se às outras instituições que possuem antenas nos dois locais.

Eduardo Mendes reconheceu que algumas instituições pagavam as facturas de energia, enquanto outras não. “Não somos uma empresa de fornecimento de energia. Somos uma empresa de telecomunicações e precisamos de energia para funcionar”, afirmava.

Para este administrador, a decisão de desligar os geradores não constitui “um boicote” às empresas que têm antenas no local. Já tinha sido tomada e comunicada à Agência Nacional das Comunicações (ANAC) há algum tempo.

Na ocasião, a CV Telecom e a Direcção Geral de Energia iniciaram um processo de negociações. O prazo estabelecido era 31 de Julho e ontem, 2 de Agosto, a operadora de telecomunicações interrompeu a produção e venda de energia a terceiros no Monte Verde, em São Vicente.

Bem mais tarde, por volta das 21 horas, a CV Telecom também interrompeu o fornecimento eléctrico ao emissor de Monte Tchota, afectando um número bem maior de órgãos de comunicação social.

Ao desligar o centro emissor de Sotavento, uma parte significativa do país deixa de ter acesso às emissões de rádio e televisão dos operadores públicos e privados. A situação é inédita e põe em causa também as comunicações militares e marítimas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau