SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Sequestro estranho de São Miguel: Ex- emigrante de 47 anos é libertada 11 Novembro 2016

Uma mulher de 47 anos, residente em Bolanha, São Miguel, que alegou ter sido sequestrada por um grupo de homens e mantida em cativeiro em Achada Fora, Santa Catarina, foi resgatada esta terça-feira, 9 de Novembro, por familiares. Mas as autoridades consideram o caso de estranho, já que a mulher recusou registar queixa contra os seus sequestradores.

Sequestro estranho de São Miguel: Ex- emigrante de 47 anos é libertada

Conforme fonte policial, a denúncia do provável desaparecimento da ex-emigrante chegou à Policia esta quarta-feira, através dos filhos que estavam preocupados com o sumiço da mãe desde o dia anterior- na terça-feira.

A Polícia Nacional efectuou uma operação de busca em Achada Bolanha, onde reside a mulher, e zonas vizinhas, mas sem sucesso. Com o apoio dos familiares, a PN chegou a uma amiga de vítima em Assomada, que revelou que na terça-feira viu a vítima com uma “bolsa com compras” nos arredores de uma praça.

A PN fez várias chamadas ao telemóvel da vítima que, informa ainda as fontes deste diário digital, disse apenas estar “entre vários homens”. Familiares dirigiram-se para Achada Fora onde, segundo a mulher informou à Polícia, já tinha sido libertada pelos seus sequestradores e estava perto do seu cativeiro.

Por volta das 13 horas, a mulher foi encontrada. Mas, conforme as nossas fontes, a Policia foi à casa da ex-emigrante que recusou prestar informações sobre o seu suposto sequestro com a desculpa de que estava com dores de cabeça provocadas por pontapés e socos que levou enquanto estava em cativeiro.

A postura da mulher levantou suspeitas em torno desse sequestro. Acreditam que se tratou de um falso sequestro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau