INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Serra Leoa chora de novo: Mais de mil mortes causadas por chuvadas, deslizamentos de terra 28 Agosto 2017

Regent, bairro na periferia da capital, Freetown, atingido por deslizamentos de terra devido à chuva intensa, chora as mais de mil mortes de 14 de agosto. Milhares de pessoas se encontram desalojadas e em péssimas condições sanitárias (foto).

Serra Leoa chora de novo: Mais de mil mortes causadas por chuvadas, deslizamentos de terra

“Mais de mil pessoas morreram no deslizamento de terra e inundação. Nunca vamos saber ao certo quantas”, disse Elenoroh Jokomie Metzger, residente no bairro de Regent, durante a missa em memória das vítimas, conduzida este domingo 27 pelo bispo Arnold Temple da Igreja Metodista local.

De 450 vítimas mortais, contabilizadas inicialmente pelo governo serra-leonês, o número foi subindo à medida que as equipas de socorro foram avançando mais dados.

As condições de segurança no bairro são precárias, como Temple referiu no seu sermão: “A quem devemos atribuir a culpa? Sim, chegamos a um ponto tal que temos de saber quantos mortos são e a quem pedir responsabilidades para que medidas corretivas sejam tomadas para nunca mais permitirmos que aconteça de novo”.

Presente na cerimónia, Sia Koroma, esposa do presidente Ernest Bai Koroma, expressou o seu pesar e lembrou aos participantes que as calamidades naturais que o país tem sofrido exigem de todos “o respeito das leis , em especial as respeitantes aos planos do governo para o desenvolvimento do país”.

O governo tem sido criticado por não ter aprendido com os sucessivos desastres que assolam Freetown, por altura das chuvas. Os bairros periféricos, muitos quase ao nível da água do mar, crescem de modo desordenado. Proliferam ainda construções clandestinas pelas encostas, sem sistemas de saneamento.

Fontes: AP. Foto Reuters

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau