ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Serviços de Saúde estão a acompanhar 40 grávidas 03 Fevereiro 2016

O Serviço Nacional de Saúde de Cabo Verde está a acompanhar cerca de 40 grávidas que contraíram o vírus Zika, informa o Director Geral de Saúde, Tomas Valdez, numa altura em que a epidemia está em franca diminuição no país. Mas ninguém sabe ainda precisar se os bebés têm ou não malformações congénitas provocadas pela doença. Este responsável mostra-se optimista porque, afirma, mantendo a tendência, nas próximas quatro a cinco semanas Cabo Verde estará livre “deste fardo”.

Serviços de Saúde estão a acompanhar 40 grávidas

Segundo Tomas Valdez, por ser um país arquipelágico, o vírus Zika não atingiu todas as ilhas. “Não houve registos de circulação local do vírus de Zika nas ilhas de São Vicente, Santo Antão, São Nicolau e Sal. Boa Vista na ultima semana notificou um único caso.

A ilha do Maio na semana passada notificou zero caso. Presentemente, os casos estão reportados as ilhas de Santiago (principalmente Praia) e Fogo (apenas São Filipe). Alguns caso reportados em outras ilhas são considerados importados de Santiago, mas sem transmissão local”, lê-se num relatório produzido pelo SNS.

O documento revela ainda que o vírus concentrou, sobretudo na região Sul do país. Desde que o vírus foi confirmado em pacientes, o Ministério da Saúde contabilizou 4.823 casos na cidade da Praia, 136 em São Domingos 180 em Santa Cruz, 44 no Tarrafal, 33 em São Miguel e 27 em Santa Catarina. No Fogo, 1.170 pacientes foram infectados em São Filipe, 501 na ilha do Maio, 19 nos Mosteiros e 3 na Brava.

Foram detectados 140 casos na Boa Vista, 4 em São Vicente e em Santo Antão, mais precisamente no município da Ribeira Grande, sendo que os casos confirmados nestas ilhas foram importados. Dados que, somados, totalizam 7081 casos de Zika em 15 semanas epidemiológicas.

Entretanto, Tomas Valdez tranquiliza os cabo-verdianos dizendo que não se registou a esta data “nenhum caso de microcefalia ou de outras complicações ou mortes relacionados com o vírus”. "As grávidas que contraíram o vírus, cerca de 40, estão identificadas e a serem acompanhadas pelos serviços de saúde”, acrescenta.

O Director Nacional de Saúde garante que os serviços de saúde reforçaram a luta contra o vector mosquito transmissor da doença com o apoio de outras instituições e da sociedade civil.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau