ESCREVA-NOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Sobre o caso da líder do PAICV a reclamar dos trabalhos da TCV: Bentu panha pilon, ca bu pergunta pa balei 18 Outubro 2017

Mais uma carta a escrever, desta vez não a Donald Trump, Presidente dos EUA, mas sim a todos os cabo-verdianos. Espero que desta vez o cientista politico, Vladmir Furtado, tenha em linha de conta o princípio da entidade separada, deixando alguma liberdade para que eu possa exprimir-me não enquanto líder partidário e sim enquanto cidadão comum. Um cientista político que não conhece o princípio da entidade separada, só em Cabo Verde mesmo!

Por: Amândio Barbosa Vicente

( Na qualidade de cidadão)

Sobre o caso da líder do PAICV a reclamar dos trabalhos da TCV: Bentu panha pilon, ca bu pergunta pa balei

Entrando no tema “Bentu panha pilon, ca bu pergunta pa balei” a propósito da reclamação feita pela líder do PAICV quanto a pluralidade da Televisão de Cabo Verde - TCV, que tem sido o pivô da manipulação, da censura e da falta do pluralismo, com o aval expresso da ARC, a entidade reguladora da comunicação social em Cabo Verde.

Se o PAICV, com gente a representá-lo na ARC, se o PAICV com a representação parlamentar e com tentâculos do poder em todas as esferas do poder em Cabo Verde, reclama da falta de isenção por parte da TCV, o que dizer do Partido Popular nas suas acções políticas!?

A resposta é simples, “Bentu panha pilon, ca bu pergunta pa balei”, o PP tem sido ignorado pela TCV que não dá cobertura alguma às suas atividades politicas; estivemos em Pedra Badejo duas vezes a fazer a nossa actividade politica – nenhuma cobertura da TCV; estivemos na Calheta duas vezes a fazer a nossa actividade politica – nenhuma cobertura da TCV; antes de ontem, estivemos no Tarrafal na nossa actividade politica – nenhuma cobertura da TCV (justiça seja feita, da Infopress nada a reclamar).

É a democracia à Cabo Verde, a democracia que não respeita a pluralidade, a democracia em que os players mais antigos dominam e procuram sufocar os novos players, a começar pelos subsídios de funcionamento dos partidos até à manipulação completa dos órgãos da comunicação do Estado.

Bentu dja panha pilon, ca nhos perguntam pa balei!

(Praia, 16 de Outubro de 2017)

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau