INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Somália: Veículos pesados proibidos de circular em Mogadíscio, após 2º dos ataques e mais de 380 mortos 01 Novembro 2017

Somália:  Veículos pesados proibidos de circular em Mogadíscio, após 2º dos ataques e mais de 380 mortos

A proibição irá, espera-se, melhorar a segurança que se tornou o ponto crítico na capital deste país africano do Índico. As demissões no topo da hierarquia tornaram-se inevitáveis desde o segundo atentado.

O president da Câmara, Thabit Abdi,anunciou que a entrada só se pode fazer depois das 20 H00 e antes das 07H00. As multas atingem os mil dólares (perto de cem contos).

Grupo Al Shabab suspeito dos ataques só assumiu o segundo

O governo da Somália desde a primeira hora apontou o grupo fundamentalista islâmico Al-Shabab como os responsáveis pelo massacre do dia 14.

O Al Shabab contudo só reivindicou o segundo ataque, de 28, que envolveu dois carros armadilhados que explodiram em frente ao Nasahablod Two hotel. Seguiu-se a tomada de reféns durante doze horas neste hotel frequentado por dirigentes das forças da ordem e políticos nacionais e estrangeiros.

Os militantes do Al Shabab, próximo do Al-Qaeda, declararam que o seu alvo eram os oficiais de segurança e políticos que se encontravam no hotel nesse sábado.
Entraram como membros das forças de segurança, “Tinham identificação clara com nomes, fotos e grau na hierarquia”, afirmou à imprensa o chefe de segurança, o coronel Ahmed Yare.

A versão do ministro da Informação, Abdirahman Omar Osman, é outra: “Tinham os uniformes militares, mas não traziam identificação”, declarou à agência Reuters.

Fonte: BBC

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau