ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

TAP cresce quase 33% nos Aeroportos de Cabo Verde 25 Fevereiro 2017

A Transportadora Aérea Portuguesa (TAP) reforçou, no ano passado, a liderança do transporte aéreo regular de passageiros de e para Cabo Verde com um aumento em quase 33% do número de passageiros nos aeroportos do arquipélago, os quais têm como líder destacado o grupo TUI, nº 1 europeu da organização e comercialização de viagens.

TAP cresce quase 33% nos Aeroportos de Cabo Verde

Segundo a PressTUR, os dados publicados pela ASA - Aeroportos e Segurança Aérea, de Cabo Verde, indicaram que a TAP somou no ano passado 243,6 mil passageiros nos 4 aeroportos de Cabo Verde, o que equivale a cerca de 16,8% do total de passageiros embarcados e desembarcados de voos internacionais nos aeroportos cabo-verdianos, +1,6 pontos que em 2015.

A sua concorrente mais directa, os TACV, por sua vez, baixaram de 15,2% para 12,6% dos passageiros de voos internacionais, com 182,4 mil no ano passado.

Os dados da “ASA” indicam que a TAP foi a líder destacada em passageiros de voos internacionais no Aeroporto Internacional da Praia Nelson Mandela, com um aumento em 31,5% face a 2015, para 104 mil, o que lhe dá uma quota de mercado de 44%, que compara com 42,1% dos TACV, nº 2, com 99,6 mil passageiros, por uma queda em 18,4%.

Além da Praia, a TAP foi líder ainda no ano passado em voos internacionais de e para o Aeroporto Internacional Cesária Évora, de São Vicente, onde teve um aumento de passageiros em 16%, para 35,5 mil, o que significou mais de metade (57,4%) do total desse aeroporto e mais do dobro da sua concorrente mais directa, os TACV (16,8 mil passageiros, em queda de 29,7%).

Nas ilhas mais turísticas do Sal e da Praia, a TAP cresceu, mas apenas no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, no Sal, se cotou em lugar cimeiro, alcançando a posição de 2ª maior transportadora, com 90,3 mil, +23,1% que em 2015.

A TAP teve assim uma quota de mercado de 12%, enquanto a concorrente TACV, que também voa de Portugal, teve 8,7%, correspondentes a um total de 65,9 mil passageiros, +32,9% que no ano anterior.

No Aeroporto Internacional Aristides Pereira, da ilha da Boavista, com um tráfego internacional ainda mais dominado pelas companhias do grupo TUI, a TAP foi apenas a 8ª maior companhia em número de passageiros de voos internacionais, com 13,8 mil (3,5% do total) e um aumento em 15,2%.

A sua principal concorrente nesse aeroporto foi no ano passado a Everjets, que somou 10,3 mil passageiros.

Companhais TUI dominam Boa Vista

Mas na Boavista e no Sal a liderança destacada é das companhias aéreas do grupo TUI que, no ano passado, foram as transportadoras de, respectivamente, 66,9% e 63,6% dos passageiros de voos internacionais.

Na Boavista, Thomson Airways, TUIfly, TUI Nordic, TUIfly Netherlands e TUI Airlines Belgium somaram 267,3 mil passageiros, com um aumento em cerca de 19% face a 2015, e no Sal, Thomson Fly, Thomson Airways, TUIfly Gmbh, TUIfly Netherlands, TUI Airlines Belgium e TUIfly Nordic somaram cerca de 479,1 mil passageiros, com um aumento em 37,2%.

Com o total destes dois aeroportos, que servem as duas ilhas onde se concentra a oferta de resorts, designadamente da rede RIU, de que o TUI tem 50%, e ainda cerca de 1,2 mil transportados de e para São Vicente pela TUI Airlines Netherlands, o grupo alcançou um total de 747,6 mil passageiros transportados de/para Cabo Verde, o que equivale a mais de metade (cerca de 51,5%) do total de passageiros de voos internacionais em aeroportos de Cabo Verde em 2016, que, segundo a ASA, foram 1,45 milhões, com um aumento em 12,7% face a 2015.

Em voos domésticos, por sua vez, foram 764,3 mil, +9,4% que um ano antes, pelo que no conjunto dos dois tipos de tráfego os aeroportos de Cabo Verde tiveram em 2016 um aumento médio de passageiros em 11,5%, somando 2,215 milhões.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau