SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Trabalhadores do ICCA ameaçam com greve geral 27 Setembro 2017

Os 150 trabalhadores do Instituto Cabo-verdiana da Criança e Adolescentes (ICCA) nas ilhas de Santiago, Fogo e São Vicente podem entrar em greve, entre 28 e 29 deste mês. Em causa estão, segundo o Sindicato da Administração Pública de Santiago (STAPS), as novas condições anunciadas para a implementação do Plano de Cargos Carreiras e Salários.

Trabalhadores do ICCA ameaçam com greve geral

O dirigente Arnaldo Cardoso denúncia que o Ministério das Finanças está a negar o novo enquadramento salarial proposto no OEGE 2017, com efeito retroactivo desde Janeiro de 2016, acordado nas mesas de negociações no quadro do novo Estatuto dos Trabalhadores do ICCA.

Revela ainda Cardoso, citado pela RCV, casos de trabalhadores que neste momento estão a ser prejudicados, em cerca de 10 mil escudos mensais, pelo fato de os salários ainda corresponderem ao antigo PCCS da Função Pública.

O dirigente do STAPS garante, no entanto, que o colectivo está ansioso pela implementação do novo estatuto do trabalhador do ICCA e do novo PCCS acordados. « Só que os trabalhadores exigem que o PCCS seja com efeito retroactivo desde Janeiro de 2016, e não só com a entrada em vigor em 2018, como quer o Ministério das Finanças», avisa.

Entretanto, o Sindicato da Administração Pública de Santiago diz-se aberto ao diálogo e ciente de que o esforço financeiro em causa está dentro das possibilidades do Governo de Cabo Verde.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau