ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Ulisses Correia desautoriza a ministra: Os manuais com erros vão ser retirados do mercado 07 Outubro 2017

O primeiro-Ministro, Ulisses Correia e Silva garantiu, esta sexta-feira, 06, que os manuais de matemática vão ser retirados do mercado. Uma decisão que contradiz a da ministra da Educação, Maritza Roabal, que, ainda ontem,05, confirmava a continuidade desses livros escolares no mercado, com a edição das erratas. Desautorizada que está, resta saber se a titular da pasta da Educação vai seguir o mesmo caminho que escolheu a DNE, pedindo a sua demissão do cargo da ministra.

Ulisses Correia desautoriza a ministra: Os manuais com erros vão ser retirados  do mercado

A Informação de se retirar os manuais com erros do mercado foi avançada em declarações à imprensa no âmbito da visita que o PM efectuou ao Centro Educativo Miraflores, sita em Palmarejo Grande (Cidade da Praia), na companhia da ministra da Educação, Maritza Rosabal. Por causa desse anuncio, a manifestarão que estava prevista para esta sexta-feira foi suspensa, já que tinha por fim exigir a retirada dos manuais do mercado.

Sendo assim, Ulisses Correia confirmou que o governo tomou a iniciativa de fazer a "a reimpressão, isto após as devidas correcções dos erros", acrescentando ainda que “novos manuais vão ser disponibilizados para substituir” os actuais, sem que isso acarrete “encargos para aqueles que já adquiriram os livros".

Outra garantia deixada pelo chefe do Governo é que a troca dos livros “será feita nos próximos meses, tendo assegurado que vai-se lançar o concurso para o efeito. « É fundamental que o projecto do novo programa educativo continue e esta alteração no sistema de ensino e aprendizagem de matemática é para tornar a disciplina mais apelativa, mais fácil e mais eficaz”, diz o chefe do executivo cabo-verdiano

Contudo, Correia e Silva avançou que a impressão vai ser feita em Cabo Verde, onde serão lançados concursos para que as gráficas nacionais possam concorrer e serem seleccionados por júris independentes, “.

Por enquanto, Ulisses Correia adianta que, já existe uma parceria com as operadoras Unitel T+ e CVTelecom para facultarem via internet a versão corrigida dos manuais.

Com esta declaração do PM, fica assim desautorizada a ministra da Educação, que ontem tinha asseverado, através da entrevista que concedeu à TCV, que o ME não ia retirar os Manuais Escolares. Será que Marizta Rosabal ficou em condições psicológicas e politicas para continuar no cargo? É que a governante não seguiu o caminho que a sua DNE escolheu, que foi o de admitir da função que vinha desempenhando. Vamos esperar para ver os próximos desenvolvimentos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau